30 de dez de 2011

Mais um final


É, mais um ano se acaba...
Mais um final cheio de superstições toscas e promessas de paz.
Você com toda certeza já deve ter notado que todo final de ano é a mesma ladainha. As pessoas se voltam para o "amor". Amor tão superficial e passageiro que é só chegar o dia 3 de janeiro que já se pode ver o resultado de tanta felicidade: acidentes de carro, abuso de álcool, pessoas mortas, cidades alagadas, vidas destruídas... enfim. Eu sempre me pergunto para onde foi o amor.
Já cansei desses votos de felicidade, amor, paz, saúde e blábláblá que os finais de ano carregam.
Onde estão todos eles durante todo o ano? Março, agosto e outubro não fazem parte de um ano também? Abril, junho e setembro foram lançados fora do calendário do amor, é isso??Hahaha.
Que ridículo esse estereótipo de "fim de ano" criado não sei por quem.
Genteeeeee, o ano só está acabando, tudo bem que se espere um ano melhor, mas daí faze-lo a 1º maravilha do universo é muito tosco!!!
Antes de espalhar votos por aí, pense e repense em suas atitudes durante todo o ano, certifique-se de que semeou amor nessas pessoas que está desejando felicidades, reflita na sua posição, no que foi bom e no que não foi também. Reveja o ano que passou pra ser alguém melhor no ano que vai chegar se assim desejar, óbvio.
Os meses só irão se repetir, nossas atitudes é que poderão mudar, basta querer.
Mas se vestir de misericórdia no final de ano pra durante o ano todo ser o hipócrita, mesquinho e ignorante de sempre não adianta em nada!
Pense um pouco mais sobre isso, ponha em prática de verdade aquilo que gostaria que as pessoas fizessem com você, viva em espirito de amor tanto em dezembro quanto em agosto, queira ser melhor, peça a Deus pra ser melhor, ele não vai te desapontar.

Em 2012 Vitalize-se!

29 de dez de 2011

Do que eu necessito agora?



De tempo.
De tempo pra mim.

Pra pensar, me ver, rever e me refazer.
Deitar quietinha e pensar bem no que eu quero.
Passou-se tanto tempo. 
Preciso descobrir em quem me transformei.

Minha alma precisa flutuar sem interferências.
Só na ausência... ausência de tudo!

27 de dez de 2011

“Quero esse teu rosto, que me ganha e que me perde toda hora, quero essa forma linda de como fica sem graça, quero também o fato de tudo ficar muito sereno e quieto quando está por perto, quero me perder na imensidão do teu abraço, quero roubar mais um pedaço, desse teu grande coração.”

Fernanda Myamoto

Natal feliz?

12 de dez de 2011

Creio


Eu vou sim....

Acreditar que tudo vai dar certo.
Porque Ele nunca me desamparou. Nas horas mais difíceis, em que achei não ter saída, Ele mostrou-se a saída.
Porque enquanto chorava de desespero, Ele arquitetava a minha vitória.
Confio Nele...

Eu não vou desistir.
Vou sim, acreditar que tudo vai dar certo!

11 de dez de 2011

Sensações repentinas


À vezes todo esse sentimento me deixa acanhada. Pode crer.
Apesar dos dias que se passaram, de repente bate o friozinho na barriga, as mãos gelam e os lábios tremem.
Sensações. Como é bom senti-las e perceber que não ficaram no passado.

Amor é assim...


9 de dez de 2011

8 de dez de 2011

Stress


Tô cansada!
Com ódio de tudo isso!!

Será que pedir paz é pedir muito?

Traz chocolate, please!

6 de dez de 2011

♪ Toda a tolice do passado, embora eu saiba que está desfeitoEu ainda sinto-me o único culpado, ainda tentando acertarEntão eu sussurro Teu nome, deixo isso rolar em minha línguaSabendo que és o único que me conheceTu conheces-meMostra-me como eu devo viver issoMostra-me onde eu devo andarEu considero esse mundo como desperdício pra mimTu és tudo que eu queroTu és tudo que eu quero ♫


trecho de Faithful - Brooke Fraser

3 de dez de 2011

A lição de Joe


Era uma vez um escravo. Ele se chamava Joe.
Joe era um escravo muito rebelde que conseguia fugir de todos os senhores que o comprava.
Certa feita Joe, como de praste, fugiu do seu senhor, mas não deu sorte, acabou sendo capturado. Nessa, Joe foi parar num leilão. É, estavam agora leiloando o pobre escravo.
Mas acontece que no leilão o escravo não parava de gritar: "Não adianta me comprar porque vou fugir!!".
Joe repetia essa frase o tempo todo. O leiloeiro se desesperava, pois nenhum dos senhores ali presente fazia suas ofertas para comprar Joe.
"Deu-lhe uma, dou-lhe duas...
Dou-lhe..."
Foi aí que um senhor gritou lá no fundo a sua oferta por Joe. 
"Dou-lhe três, vendido!", exclamou o leiloeiro. Mas Joe gritou "Eu vou fugir, eu vou!!".
O comprador de Joe o colocou na sua carroça e seguiu seu destino. Mas Joe não parava de dizer que iria fugir.
Chegando em seu destino, senhor e escravo descem da carroça e continuam o caminho a pé. Então Joe avista uma fazenda belíssima, grama verdinha, árvores frutíferas, animais correndo livremente pelo campo e uma casa enorme no topo da colina. Ele nunca tinha visto um lugar tão lindo quanto aquele.
Chegando na entrada da fazenda o senhor tira as algemas do pobre Joe que se admirou e disse "O que o senhor está fazendo? Eu vou fugir!". O senhor, com o olhar de compaixão e cuidado, deu um sorriso de canto e respondeu a Joe: "Meu caro, se quiser fugir fique à vontade. Mas eu não te comprei para ser meu escravo. Olhe esta fazenda, tudo aqui é seu a partir de agora. A casa, os animais, as árvores, tudo. Eu te comprei pra você ser livre."
Mas que homem é esse? Você pode imaginar. Foi o que Joe pensou.
O escravo se ajoelhou diante do senhor e disse "Então serei eternamente o seu escravo!".

É assim, meus queridos, que Deus fez conosco. Deu seu filho para morrer como preço para nos comprar e sermos, enfim, libertos. Temos a opção de se ajoelhar diante Dele e ser eternamente seus escravos ou de, simplesmente, recusar e fugir. Pense com carinho. Porque se fugir, acabará em outro leilão e aí já sabe, não terás a mesma chance.

2 de dez de 2011



"Só acredite no que os seus olhos vêem e seus ouvidos escutam. 

Não acredite nem no que os seus olhos vêem e seus ouvidos escutam. 
E saiba que não acreditar ainda é acreditar."



Bertolt Brecht

30 de nov de 2011

Babaquice


Você pode não acreditar, mas eu tô chegando naquela fase em que se começa a acreditar que tudo nessa vida é uma babaquice. Calma, não se precipite em achar que estou na adolescência, já passei dela faz um tempinho. Não é simplesmente aquela revolta com todas as coisas que achamos chatas, é só um sentimento que pulsa bem forte na minha razão.
Veja se não é uma babaquice viver correndo atrás de felicidade, de coisas grandes, de pessoas que satisfaçam nossas vontades carnais e até sentimentais, correr atrás de sorriso ou de cuidado, de um pouco de atenção, de um quarto decorado e uma casa na praia. Opa, eu concordo com vocês, isso tudo é muito bom e até dirigi nossa vida. No entanto pense um pouco melhor: a felicidade não é algo que se compra ou se conquista e sim aquilo que mora dentro da gente, que se manifesta só pela gratidão de se estar respirando. Se nos amamos e vivemos um dia de cada vez, não precisamos correr atrás de ninguém, as pessoas virão até nós. Ter coisas materiais é tudo de bom né?! Mas qual ser humano vai estar 100% satisfeito com o que tem?
É meu amigo, toda preocupação é babaquice pura. Coisinhas que a sociedade "podre" capitalista fica colocando na nossa frágil cabecinha pra gente pensar que é assim e ponto final.
Fica uma dica dada pelo sábio dos sábios:

"Deixo-vos a paz, a minha paz vos  dou; não vou-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize." João 14: 27

Então relaxa baby, tudo é babaquice!

28 de nov de 2011

Uma dose de Aristóteles

"As pessoas dividem-se entre aquelas que poupam como se vivessem para sempre e aquelas que gastam como se fossem morrer amanhã."



24 de nov de 2011

Buscando por mim


Eu vivo me perdendo nessa imensidão que sou...
Vou vivendo entre as pequenas horas em que me acho e as outras tantas em que não sei mais quem sou, nem  para onde irei. E se tento descobrir, aí é um fardo, porque entre tantas opções há a chance de se acreditar na mais improvável.
Nessa vida sigo eu, acreditando ser possível parecer alguém em quem acredito ou, quem sabe, ser mais do que posso imaginar.
Mas apesar de me perder e me encontrar por vezes, certeza eu tenho de que dei meu máximo à procura de mim.

by Jessica♥

23 de nov de 2011

Três pontinhos


"História escrita a lápis, lápis-borracha para tudo ser mais prático. Escrita de qualquer jeito, torta, em linhas invisíveis. Com um início de perder o fôlego, mas com um eterno três pontinhos num final que nem existe.



Os três pontinhos são o que me matam, ponto final seria a dureza clara e o fim da história, três pontinhos são os que me matam."


Tati Bernardi

21 de nov de 2011

"Não se pode andar nú nem de corpo nem de espírito."


Sábias palavras de Clarice Lispector!!!
^^

18 de nov de 2011

Vai em frente menina...





“...se joga, se perde, se encontra, abraça o mundo, há tantos caminhos, tantas coisas bonitas espalhadas por ai, pelos cantos, e o que a gente não pode fazer é esperar, então continua, vai caminhando, voando, do jeito que se sentir bem, até chegar aonde você quer. E quando chegar, invente outro caminho, ficar no mesmo lugar, nunca foi tão chato.


Fernanda Myamoto







Bjs ^^

Dois anos

Por incrível que pareça acabei esquecendo completamente do aniversário do meu querido Blog!! hahaha

Mas não tem problema, comemoro atrasado mesmo.

Pois então eu quero agradecer a todos os leitores assíduos do Vitalize-se!. Se não fossem por vocês talvez não estaria ainda postando minha idéias, momentos, textos, enfim...

Agradeço de coração pelo carinho que recebo de alguns seguidores e espero muito que continuem lendo, comentando e opinando sobre os posts e o blog como um todo.

Não deixem de aparecer no meu cantinho que enfeito com todo carinho e amor!

Não se esqueça: Vitalize-se todos os dias até o útlimo dia!

16 de nov de 2011

#fato

É muito tosco sair por aí fingindo ser aquilo que não é...

Abrir sorrisos por mera futilidade, sem ter sentido, sem ter prazer.

Eu ainda queria com todas as minha forças, e mais as que eu não possuo, ter o poder de botar sentimentos de sinceridade dentro das pessoas.

Claro, não são todas! Mas convenhamos que nesse mundinho podre que a gente vive 85% das pessoas não sabem o que é viver o amor.

#fact



15 de nov de 2011

9 de nov de 2011

Ele

Ele me ensinou coisas tão lindas.
Me deu carinho, amor e atenção... me chamou de sua.
Ele me fez sorrir, gargalhar, tremer, suar, me fez sentir ciúmes... me deu felicidade.
E me acrescentou com seus beijos e com seu olhar.
Me acrescentou desejos, sonhos e vida. Me acrescentou em cuidado... me abraçou.
Acrescentou-me em amor.
Vou levar pra sempre o cuidado, o sorriso, a atenção e as palavras. Cada coisinha dele que grudou e que se somou a tudo o que já era de mim.

Paira uma pergunta: "o que seria de mim sem ele?"

7 de nov de 2011


"Fui ser feliz em segredo, pra ninguém atrapalhar. Aconteceu que não sei ser feliz sozinha."

Fernanda Myamoto

5 de nov de 2011

4 de nov de 2011

Encontro ♫


Sai de si
Vem curar teu mal
Te transbordo em som
Põe juizo em mim
Teu olhar me tirou daqui
Ampliou meu ser
Quero um pouco mais
Não tudo
Pra gente não perder a graça no escuro
No fundo
Pode ser até pouquinho
Sendo só pra mim sim

Olhe só
Como a noite cresce em glória
E a distância traz
Nosso amanhecer
Deixa estar que o que for pra ser vigora
Eu sou tão feliz
Vamos dividir

Os sonhos
Que podem transformar o rumo da história
Vem logo
Que o tempo voa como eu
Quando penso em você ♫♪

Maria Gadú

2 de nov de 2011

Os amigos


"Os amigos são próprios de fases: da rua, do Ensino Fundamental, do Ensino Médio, da faculdade, do futebol, da poesia, do emprego, da dança, dos cursos de inglês, da capoeira, da academia, do blog. Significativos em cada etapa de formação. Não estão em nossa frente diariamente, mas estão em nossa personalidade, determinando, de modo imperceptível, as nossas atitudes.
Quantas juras foram feitas em bares a amigos, bêbados e trôpegos? Amigo é o que fica depois da ressaca. É glicose no sangue. A serenidade."


F. Carpinejar

1 de nov de 2011


"E percebi que decorei o teu cheiro, por Deus, que pessoa normal decora cheiros?"
Fernanda Myamoto

29 de out de 2011

Mara


As coisas que vivi foram todas extraordinariamente intensas.
Arrependo-me de algumas sim, normal, mas sei que cada uma tem sua parcela de contribuição, por isso cheguei até aqui sendo essa pessoinha aqui.
Sempre, sempre mesmo, as coisas não foram o que pareciam e eu sempre, sempre mesmo, tive um tantinho de esperança no meu coração, um tantinho que me fez, e eu tenho certeza que fui, essa pessoa brilhante, sorridente e amiga. Eu jamais quis deixar uma pitada se quer de amargura em mim. Levantei a cabeça quando  fui mais infeliz. Tenho absoluta certeza que nada disso não teria acontecido sem Deus em minha vida. Talvez nem aqui estaria pra escrever tudo isso.
Mas acontece que a minha vida já deu voltas demais. E já não consigo me recuperar da tontura. Tudo foi longe demais. 
Eu me pergunto pra onde foi o tantinho de esperança que ainda restava dentro de mim... Procuro em cada estrela e não o vejo. Foi embora e nem deixou sua marca.
Hoje eu não tenho mais coragem de viver, não vejo mais graça, nem porque. Eu sei que Deus sabe de todas as coisas, mas sinto muito dizer o que estou dizendo agora, somente é a mais pura verdade.
Eu acho que já podem mudar meu nome para Mara, que significa amarga. Pois é isso que hoje sou, assim me tornei, porque a vida...a vida é muitíssimo injusta comigo. E quando digo isso é porque só eu e mais nenhum de vocês sabem o que eu passo.
Toda palavra de consolo e de ânimo já não faz mais efeito. Não faz!
Só Deus pode me refazer.
Ainda quero encontrar forças pra estar aqui, no entanto aquela Jessica que fui morre hoje. 
Sorry!

28 de out de 2011

The sound of silence



Em sonhos agitados eu caminho só
Em ruas estreitas de paralelepípedos
Sob a auréola de uma lamparina de rua

Virei meu colarinho ao (proteger do) frio e umidade
Quando meus olhos foram apunhalados pelo lampejo de uma luz de néon
Que rachou a noite
E tocou o som do silêncio

E na luz nua eu enxerguei
Dez mil pessoas talvez mais
Pessoas conversando sem estar falando
Pessoas ouvindo sem estar escutando
Pessoas escrevendo canções
Que vozes jamais compartilharam
Ninguém ousou
Perturbar o som do silêncio



Brooke Fraser






27 de out de 2011


"Porque quando fecho os olhos, é você quem eu vejo. Aos lados, em cima, embaixo, por fora e por dentro de mim."


Caio Fernando Abreu


25 de out de 2011

Duvidar é bom


Eu não sei se vai ser sempre assim.
Caindo, caindo, mas levantando e seguindo.
E se um dia não conseguir mais se levantar?
Se a tua mão estiver longe demais pra alcançar?
Duvidar é bom.

23 de out de 2011

A espera


Agora estou sozinha. Na sala, no quarto ou no ônibus.

Sozinha esperando.

A espera de algo que não sei o que é, mas que, talvez, não tire, mas me preencha o vazio que a tua ausência me causou. 

Enquanto e adiante disso tudo a tristeza é a minha melhor companhia.

As mensagens ficarão aqui, bem quietinhas em seus devidos lugares. As lembranças vivinhas no meu coração.

Tudo de bom na minha memória, tudo foi bom.

E ficarei quietinha, escondendo a ferida que nem sei até quando vai sangrar.

Só...esperando.

O amor está esperando

No outono sobre o chão,
Entre o tráfego e os sons comuns

Eu estou pensando em marcas e fases
Enquanto o vento do norte sopra adiante


Eu vejo como se amantes passasem por mim
Histórias andantes, de quems, comos, e porques
Meditando vagarosamente sobre o amor, pensando em você  ...

Eu estarei esperando por você, baby
Eu estarei me guardando na noite escura
O amor está esperando até estarmos prontos,
Até estar certo.
O amor está esperando ♪

Brooke Fraser

22 de out de 2011

Uma flor



Tomara que a vida seja muito, muito mais do que isso aqui.
Tomara que eu não seja um completo desastre e que seja, nem se quer uma vez, uma estrela. Que brilhe pra alguém e faça toda diferença.
Eu espero ansiosamente que aconteçam coisas realmente boas pra gente. Que pessoas deixem de sonhar inconsequentemente, que não desejem o ódio e a vingança, que não desperdicem suas vidas em alegrias fúteis e passageiras e que façam o que dizem. Como podem, pessoas fazerem de uma garrafa de whisky o troféu de suas vidas? Lindas e sorridentes, acreditam que aquilo é felicidade. Absurdo!
Eu espero que todos nós nos esforcemos mais um pouquinho pra enxergar a burrice que estamos cometendo com a gente e ter alguma esperança de que isso tudo seja melhor algum dia.
Sei que muitos abrirão seus olhos, porém tarde demais, mas ainda tenho algum vestígio de esperança. Sei também que muita gente, muita mesmo, não está nem aí pra si, quanto mais para com os outros. Esses, eu lamento, não deixarão nada para nossa memória.
Tomara que eu não fique apenas segurando uma flor, mas que seja uma.

21 de out de 2011

SE!


"Se, em algum lugar distante no futuro, nós nos vejamos em nossas novas vidas, eu irei sorrir pra você com alegria, e lembrarei de como passamos o verão sob as árvores, aprendendo com o outro e crescendo no amor. E talvez, por um breve momento, você sinta também, e irá sorrir, e saborear as recordações que sempre dividiremos. Eu amo você, Allie."

Trecho do filme Diário de uma paixão

19 de out de 2011

Uma dose de Carpinejar

"Pensava que escrevia por timidez, por não saber falar, pelas dificuldades de encarar a verdade enquanto ardia, arvorava, arfava. Há muitos que ainda acreditam que começaram a escrever pela covardia de abrir a boca. Nas cartas de amor, por exemplo, eu me declarava para quem gostava pelo papel, e não pela pele, ainda que o caderno seja pele de um figo. O figo, assim como a literatura, é descascado com as unhas, dispensando facas e canivetes. Não sei descascar laranjas e olhos com as unhas, e sim com os dentes. Com as mãos, sei descascar a boca do figo e o figo da boca, mais nada. Acreditei mesmo que escrever era uma fuga, pedra ignorada, silêncio espalhado, um subterfúgio, que não estava assumindo uma atitude e buscava me esconder, me retrair, me diminuir. Mas não. Escrever é queimar o papel de qualquer forma. Desde o princípio, foi a maior coragem, nunca uma desistência, nunca um recuo, e sim avanço e aceitação. Deixar de falar de si para falar como se fosse o outro. Deixar a solidão da voz para fazer letra acompanhada, emendada, uma dependendo da próxima garfada para alongar a respiração. Baixa-se o rosto para levantar o verbo. É necessário mais coragem para escrever do que falar, porque a escrita não depende só de ti. Nasce no momento em que será lida."

Fabrício Carpinejar


17 de out de 2011

Amor à distância

Quantas vezes eu já não toquei o vazio,
na esperança de te sentir.
Quantas vezes eu já não ergui minha mão,
com vontade de acariciar teu rosto ... ou secar uma lágrima.
Quantas vezes eu não fechei os meus olhos,
para poder visualizar tua boca sorrindo...
enquanto eu sentia que tu sorria... do outro lado.

Sinto tanto a tua falta...
Falta do teu calor...
Falta dos teus beijos...
Falta do teu olhar...

Mas a tua voz me aquece , me acaricia ,
me embala nas minhas noites vazias...
E a esperança preenche meus sonhos.
A esperança de que não é tarde o próximo dia em que vamos nos encontrar.
E de que não é tarde, o dia em que não vamos mais nos separar...



Cris Maia



.pensamento.


e agora só me pergunto no que serei e o que farei...

porque viver não vai ter a menor graça.

Triste...

16 de out de 2011

Coloca uma coisa nessa tua cabecinha...

... você não é pior nem melhor do que ninguém,
porém eu e você somos um nada,
porque somos, igualmente, tudo aos olhos de Deus.
Então, vê se cresce, enxerga o teu próximo como a te mesmo, respeita o ser humano que és e também aquele que foi criado pelo teu mesmo criador.
Aprenda a humildade e pede a teu Pai que reflita sobre ti a sabedoria Dele. Santa e imaculável.
Não sejais tolo!

"Confia no Senhor... Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas." (Provérbios 3: 6)

13 de out de 2011

Abrindo a caixinha de música...

Ouça meu filho (Nova Voz) 


Eu sei, que o caminho
É difícil, faz chorar
Mas vejo teu esforço
Tua angustia ao tentar
Procuras em ti mesmo
Toda força pra seguir
Mas não irás a nenhum lugar
Se minha voz não quiser ouvir

Coro:
Ouça meu filho
Teu Pai te chama
Vem para os braços
De quem te ama
Vem não demores mais
Chegou o dia de
Se entregar
Ouça meu filho
Eis que estou a porta
A te esperar

Eu vejo teu esforço
E conheço tua dor
Mas nada é completo
Se não queres meu amor
Meu filho eu te espero
Mas precisas decidir
Pois não irás a nenhum lugar
Se minha voz não quiser ouvir


(Coro)

Vem não demores mais
Chegou o dia de
Se entregar
Ouça meu filho
Eis que estou a porta
A te esperar

12 de out de 2011

Nos tornemos como crianças!


"Portanto, aquele que se tornar humilde como este menino, esse é o maior no reino dos céus."
Mateus 18: 4

10 de out de 2011

Ela relembra em cada manhã despertada...


..."a vida foi vivida, o ontem e todos os dias antes. a cada abrir de olhos faz um inventário do passado: cheguei até aqui, pensa ela ainda deitada, apesar deste e daquele obstáculo, apesar das falsas promessas de emoções passageiras e nefastas. cheguei até 20 de março sobrevivente de um sonho cancelado. cheguei até 12 de julho resistindo bravamente às dores tantas. cheguei até hoje de manhã inteira, desconfio que preparada. então ela sai da cama e entra no chuveiro, não diferencia lágrima de água, e o dia começa!"... 


Martha Medeiros

9 de out de 2011

Domingo triste


Hoje acordei e fiquei na cama reclamando pra não ter que levantar. Queria poder ficar ali o dia todo. Mas, quando resolvi me levantar, soube de uma notícia triste. Alguém havia perdido a vida.
Foi uma tragédia horrível que ceifou a vida de um amigo da família, pai de uma amiga... Um choque que a gente leva, pois não esperamos que nada trágico aconteça com alguém especial. Mas assim foi. E eu, que há pouco tempo atrás, não queria estar ali, de pé. Que absurdo que é a vida. Quão mesquinhos somos nós, humanos.
Pior ainda é saber que pessoas irresponsáveis saem por aí com seus carros, bêbadas e tiram a vida de inocentes. Inocentes esses que possuem família, amigos e parentes, que têm a força e a dignidade de trabalhar para sustentar suas vidas e de suas famílias. Não se tem segurança em absolutamente nenhum lugar nesse mundo! Todos estão sobre a mira da morte, seja qual for a situação.
Como dizem por aí, "para morrer basta estar vivo"...
Triste, muito triste este domingo.

Agradeça a Deus se você e sua família podem respirar nesse momento e, acredite, daqui a 5, 10, 30 minutos, não se sabe o que vai acontecer...

7 de out de 2011


" Cansei de quem gosta como se gostar fosse mais uma ferramenta de marketing. Gostar aos poucos, gostar analisando, gostar duas vezes por semana, gostar até as duas e dezoito. Cansei de gente que gosta como pensa que é certo gostar. Gostar é essa besta desenfreada mesmo. E não tem pensar. E arrepia o corpo inteiro, mas você não sabe se é defesa para recuar ou atacar. Eu eu gosto de você porque gostar não faz sentido."

Tati Bernadi

5 de out de 2011

Lamentações


Eu lamento se o amor não for isso.
Lamento se o que tiver que ser seja não estar com você.
Eu lamento mais do que tudo!

Lamento se o calor dos teus braços não mais me aquecer.
Lamento se a vida assim tiver que ser.
Eu lamento se o amor for preciso esquecer.

Eu lamento.
Lamento mais do que tudo, tudo, tudo nessa vida!

4 de out de 2011

Twenty-two


São vinte e dois anos de vida que ontem completei.
E o que levo da vida? 
O tanto que já vivi foi capaz de me mostrar muitas coisas. Muitas boas, muitas ruins. Mas nenhuma delas tirou de mim o desejo imenso de ainda continuar vendo outras milhares de coisas boas e outras tantas ruins. Sim, ruins. Porque tudo nessa vida não acontece à toa. Tudo tem um propósito e, mais do que nunca, hoje sei muito bem disso. 
Esses anos todos me ensinaram e eu vou levar sempre comigo tudo que aprendi.
Muito obrigada meu Deus por respirar!

Que venha 23, 24, 25, 26, 27 ...

3 de out de 2011

"Os grandes amores são assim mesmo, eles nos dão o caminho da emoção, mas os sentimentos de verdade são apenas nossos, ninguém copia, ninguém leva, ninguém divide..."


Tati Bernadi



30 de set de 2011

Mendigo


   Hoje, quando estava voltando para casa, de dentro do ônibus avistei um mendigo. Ele era muito, muito sujo. Era uma sujidade preta que estava grudada em toda a sua pele. Ele estava em pé olhando não sei pra onde, mas com uma expressão de que procurava por algo ou de que buscava um sentido para a sua vida.
   A princípio eu tive pena daquele mendigo, mas depois eu pensei comigo: o que eu tenho a mais do que ele?Será que por eu ter comida todos os dias, um teto para morar, várias roupas para vestir, ter sapatos e uma boa cama me faz superior àquele mendigo? Agora fica tudo mais claro.
   Como aquele e tantos outros mendigos espalhados pelo mundo afora, eu não sou nada. Você não é nada. Somos como trapos de imundície, diz a santa palavra do Senhor. E é verdade, a mais pura verdade! Não somos NADA, eu repito. Nem melhor, nem pior do que ninguém.
   Não importa o que tenhamos nesse mundo finito, seja ouro, prata, comida ou água, nenhuma matéria mundana nos faz dignos de algum prestígio. Só a graça, queridos amigos, só a graça de Deus nos faz dignos de alguma coisa. Quando nós jogamo-nos fora e deixamos ele habitar é que passamos a ser um alguém.
   Deseje não ser, nesse momento, apenas um mendigo, apenas um "Zé" ninguém e fale, baixinho, para Deus viver em você...