30 de mar de 2011

28 de mar de 2011

Sei lá!


Ando meio sei lá como,
sei lá porque,
sei lá pra que.

Meu atual estado de espírito é...
Sei lá!
Confuso.

25 de mar de 2011

Que nem maré


Faz um tempão que eu não dou trégua ao meu coração...
É você o meu lugar quando tudo por um fio está...
Nada vai me fazer desistir do amor...
Nada vai me fazer desistir de voltar todo dia pro seu calor...
Nada vai me levar do amor...
Nada vai me fazer desistir do amor...
Nada vai me fazer desistir de voltar todo dia pro seu calor...
Nada vai me levar do amor...
Faz um tempão que eu não dou asas a minha emoção...
Passear, distrair, e me achar lá no fundo de ti...
A saudade bateu, foi que nem maré...
Quando vem de repente, de tarde, invade e transborda esse bem me quer...
A saudade é que nem maré...

Jorge Vercilo

21 de mar de 2011

Frase


O que é verdadeiramente imoral é ter desistido de si mesma...
Clarice Lispector

16 de mar de 2011

Frustrante


Hoje eu tentei parar e pensar em um texto, não consegui. Queria escrever um bom texto sobre um bom assunto. Não me faltaram idéias, mas no quesito escrever não basta apenas ter boas idéias, as palavras certas devem fluir como um rio de dentro dos pensamentos e se encaixar perfeitamente umas com as outras como passos de balé formando o espetáculo.
Não vou esconder que fiquei frustrada. Sempre fico frustrada quando isso acontece, mas hoje, em especial, parece que a frustração tomou proporções gigantescas ou, obviamente, não estaria relatando aqui.
Mas a vida é assim, a gente se frustra com tantas coisas. Podem até serem simples como é o fato que trago a vocês, mas não imunes a tal palavra frustrante "frustração".
Estou até agora tentando bolar um texto legal e nessa vou enrolando e escrevendo esse blá blá blá todo, acabando com a paciência dos leitores queridos. 
Espero que entendam minha posição, porque, afinal, blog também serve pra isso, pra desabafar quando a gente precisa e pode (e os leitores que aguentem!).

15 de mar de 2011

13 de mar de 2011

A rotina do verão...


é o calor!

Acho a maior graça. Tomate previne isso,cebola previne aquilo, chocolate faz bem, chocolate faz mal, um cálice diário de vinho não tem problema, qualquer gole de álcool é nocivo, tome água em abundância, mas não exagere...
Diante desta profusão de descobertas, acho mais seguro não mudar de hábitos.
Sei direitinho o que faz bem e o que faz mal pra minha saúde.
Prazer faz muito bem.
Dormir me deixa 0 km.
Ler um bom livro faz-me sentir novo em folha.
Viajar me deixa tenso antes de embarcar, mas depois rejuvenesço uns cinco anos.
Viagens aéreas não me incham as pernas; incham-me o cérebro, volto cheio de idéias.
Brigar me provoca arritmia cardíaca.
Ver pessoas tendo acessos de estupidez me embrulha o estômago.
Testemunhar gente jogando lata de cerveja pela janela do carro me faz perder toda a fé no ser humano.
E telejornais... os médicos deveriam proibir - como doem!
Caminhar faz bem, dançar faz bem, ficar em silêncio quando uma discussão está pegando fogo, faz muito bem! Você exercita o autocontrole e ainda acorda no outro dia sem se sentir arrependido de nada.
Acordar de manhã arrependido do que disse ou do que fez ontem à noite é prejudicial à saúde!
E passar o resto do dia sem coragem para pedir desculpas, pior ainda!
Não pedir perdão pelas nossas mancadas dá câncer, não há tomate ou mussarela que previna.
Ir ao cinema, conseguir um lugar central nas fileiras do fundo, não ter ninguém atrapalhando sua visão, nenhum celular tocando e o filme ser espetacular, uau!
Cinema é melhor pra saúde do que pipoca!
Conversa é melhor do que piada.
Exercício é melhor do que cirurgia.
Humor é melhor do que rancor.
Amigos são melhores do que gente influente.
Economia é melhor do que dívida.
Pergunta é melhor do que dúvida.
Sonhar é melhor do que nada!


Martha Medeiros 


10 de mar de 2011


“O que eu penso é que nunca é tarde, ou, em meu caso, cedo, para ser quem você queira ser. Não temos tempo limite, comece qualquer hora o que queira fazer.
Mude ou permaneça a mesma. Não existe nenhuma regra. Nós podemos fazer o melhor ou o pior com isso. Eu torço que você faça o melhor.
Eu espero que veja coisas que te balancem. Sinta coisas que nunca sentiu antes. Torço para que encontre pessoas com diferentes pontos de vista.
Eu torço que você desafie a si mesma. Torço para que caia, e se levante. Torço para que viva a vida que sempre quis viver. E se não for assim, eu espero que você recomece tudo novamente”.

Trecho do filme "O curioso caso de Benjamim Button"

6 de mar de 2011

Isolada


Tem horas que a gente precisa se trancar em nossa própria mente pra experimentarmos um pouco da liberdade, deixar por instantes o que nos cerca e se admirar no espelho, se apegar a si mesmo e se entregar ao amor próprio tão intensamente a ponto de conhecer o inacabado.

4 de mar de 2011

Me identifiquei:


Sou uma mulher madura
que às vezes anda de balanço.
Sou uma criança insegura
que às vezes usa salto alto.
Sou uma mulher que balança
Sou uma criança que atura.

Martha Medeiros