31 de mai de 2012

Leve

Antes de mais nada eu preciso dizer que começo a me sentir mais leve...


Talvez seja o efeito da "volta a realidade", porém talvez, e mais provável, seja o efeito de uma entrega gradual ao meu criador.

E creio eu que como uma pena ainda flutuarei!


:)

28 de mai de 2012



Mas o vazio tem o valor e a semelhaça do pleno. Um meio de obter é não procurar, um meio de ter é o de não pedir e somente acreditar que o silêncio que eu creio em mim é a resposta a meu mistério.

Clarice Lispector

27 de mai de 2012

O carinho é responsável por nove décimos de qualquer felicidade sólida e durável existente em nossas vidas.

C. S. Lewis


26 de mai de 2012

25 de mai de 2012

Tarde fria


São em tardes frias como essa que meu coração gela, a saudade aperta e minha mente se enche das melhores lembranças. Todas as vezes que sorri, que fui feliz e que não voltam mais.

24 de mai de 2012

Estranho

Tão estranho ver as coisas desmoronando de uma hora pra outra, assim, tão abruptamente...



Nem sei o que dizer, o que pensar nem o que achar mais... Tudo me deixou sem palavras.
Só resta-me sentir essa dor, essa angústia que corrói minha mente.
A gente passa tanto tempo acreditando em algo e de repente tudo se transforma, torna-se intocável, irreal. Estranho, muito estranho.

21 de mai de 2012


Não a avisaram que ela tinha que ser forte.

Então ela foi lá e se apaixonou.

19 de mai de 2012

Abrindo a caixinha de música



Bondade - Leonardo Gonçalves

Eu sempre quis ser santo
Quis ter maturidade

E em nome da Verdade a muitos eu feri

Busquei entendimento
Busquei profundidade
Mas sem intimidade perdido eu vivi

Pra que sabedoria
Se eu não tiver Amor, e pra quê...
O dom de profecia
Se eu não tiver Amor

Senhor... Eu quero Te servir
Tua glória contemplar
Senhor... Preciso refletir
Bondade partilhar

Pra que discernimento
Se eu não tiver Amor, e pra que...
Com fé mover montanhas
Se eu não tiver Amor

Teu é o Reino, o poder e a glória
Pra sempre e sempre, pra sempre e agora

Bem-aventurados são os humildes
Bem-aventurados são os mansos
Bem-aventurados são os puros
Bem-aventurados são os perseguidos


Linda música, não é?


16 de mai de 2012



A vida é tão curta que a gente passa o tempo todo correndo atrás de coisas, sem saber, muitas vezes que não passam de coisas e, por vezes, deixamos de lado aquilo que não passa de ser essencial!

14 de mai de 2012

"Entre idas e vindas me resumo feliz. Entre altos e baixos me resumo equilibrada. Sendo assim, tá na cara e não tem pane: ando meio mal mas vou sair dessa."

Tati Bernardi


13 de mai de 2012

Para sempre


Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento. 

Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
- mistério profundo -
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.

Carlos Drummond de Andrade

Uma homenagem à minha e à todas as mães pelo seu dia!!

12 de mai de 2012

Meu problema


Meu problema é que sou sensível demais.
Do tipo que se abala demais, desanima fácil e se tortura por tudo que está acontecendo!
Eu nunca fui diferente...
Sonho muito alto e os sonhos não são poucos. Vivo ansiosa, quero logo que as coisas mudem, ponho tanta fé, empenho-me ao máximo e, quando vejo tudo desandar, já foi... É hora da depressão. Falta ânimo, falta coragem, falta fé...
Isso é trágico, eu bem sei!! Mas essa é nossa natureza humana e decaída.
A verdade eu sei. É que preciso largar de ser tão exigente comigo mesma e não somente por as coisas sobre as mão de Deus, mas acima de tudo, confiar que ele cuidará de tudo... Esse é o meu maior problema e talvez o seu também.
A gente diz que coloca nossos problemas, sonhos, projetos nas mãos de Deus, mas passados 5 minutos estamos pensando em como as coisas irão proceder, ansiosas pra que saiam da cabeça e se tornem realidade. Que tipo de confiança é essa?
É, eu reconheço a minha falha... você também deveria.
Resta-me pedir perdão, Senhor! Perdão por ser tão fraca, tão humana e por hora duvidar do teu poder...
Mas eu sei, eu sei o que é confiar e receber, porque já vivi tudo isso um dia e o Senhor não me deixou sem respostas. Só devo, mais uma vez, e sempre, acreditar!!

Beijos, meus queridos.

9 de mai de 2012

Lágrimas...


... Porque sempre vai ter algo pra atrapalhar e me deixar infeliz!!

8 de mai de 2012

Meus amigos



"Meus amigos são todos assim: metade loucura, outra metade santidade. Escolho-os não pela pele, mas pela pupila, que tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante. Escolho meus amigos pela cara lavada e pela alma exposta. Não quero só o ombro ou o colo, quero também sua maior alegria. Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto..."

Fernando Pessoa

6 de mai de 2012


"Eu nunca vou entender porque a gente continua voltando pra casa querendo ser de alguém, ainda que a gente esteja um ao lado do outro. Eu nunca vou entender porque você é exatamente o que eu quero, eu sou exatamente o que você quer, mas as nossas exatidões não funcionam numa conta de mais..."

Tati Bernardi

5 de mai de 2012

Guia-me

Guia-me...
Uma belíssima canção e, antes de tudo, um diálogo entre o homem e Deus.
Acho que ela expressa tudo e um pouco mais do amor que o Senhor tem por cada um de nós e daquela coisinha que existe dentro da gente que não nos deixa conformados com a vida que levamos neste mundo de vaidades.
Reflita na letra desta canção!

3 de mai de 2012


É tão bom chegar em casa depois de um dia corrido e cansativo, tomar um banho e despejar toda impureza, tristeza e desânimo pelo ralo...

Renovação já!

2 de mai de 2012

Ainda sinto

E eu, o que farei?
Se ainda sinto o teu encostar...
Teu respirar perto de mim e teu toque.

Aquele toque como não parar de sentir?

...



Nem quero falar muito, porque essas coisas a gente nem deve falar.
Devem ser guardadinhas no coração (♥) ...



1 de mai de 2012

Encerrando ciclos



Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final...
Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver.
Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos. Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram.
Foi despedida do trabalho? Terminou uma relação? Deixou a casa dos pais? Partiu para viver em outro país? A amizade tão longamente cultivada desapareceu sem explicações?
Você pode passar muito tempo se perguntando por que isso aconteceu....
Pode dizer para si mesmo que não dará mais um passo enquanto não entender as razões que levaram certas coisas, que eram tão importantes e sólidas em sua vida, serem subitamente transformadas em pó. Mas tal atitude será um desgaste imenso para todos: seus pais, seus amigos, seus filhos, seus irmãos, todos estarão encerrando capítulos, virando a folha, seguindo adiante, e todos sofrerão ao ver que você está parado.
Ninguém pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado, nem mesmo quando tentamos entender as coisas que acontecem conosco.
O que passou não voltará: não podemos ser eternamente meninos, adolescentes tardios, filhos que se sentem culpados ou rancorosos com os pais, amantes que revivem noite e dia uma ligação com quem já foi embora e não tem a menor intenção de voltar.
As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas realmente possam ir embora..
Por isso é tão importante (por mais doloroso que seja!) destruir recordações, mudar de casa, dar muitas coisas para orfanatos, vender ou doar os livros que tem.
Tudo neste mundo visível é uma manifestação do mundo invisível, do que está acontecendo em nosso coração... e o desfazer-se de certas lembranças significa também abrir espaço para que outras tomem o seu lugar.
Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se.
Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos.
Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu gênio, que entendam seu amor. Pare de ligar sua televisão emocional e assistir sempre ao mesmo programa, que mostra como você sofreu com determinada perda: isso o estará apenas envenenando, e nada mais.
Não há nada mais perigoso que rompimentos amorosos que não são aceitos, promessas de emprego que não têm data marcada para começar, decisões que sempre são adiadas em nome do "momento ideal".
Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará!
Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo, sem aquela pessoa - nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade.
Pode parecer óbvio, pode mesmo ser difícil, mas é muito importante. Encerrando ciclos.
Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida.
Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é. Torna-te uma pessoa melhor e assegura-te de que sabes bem quem és tu próprio, antes de conheceres alguém e de esperares que ele veja quem tu és.
E lembra-te: Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão!
Fernando Pessoa