30 de dez de 2010

Mais um ano se vai...


...e a vida continua.
Nada de muita paz, felicidade, amor...
A violência ainda existe, a miséria mata milhares e os corações parecem desconhecer ainda mais o nobre sentimento que Deus nos deixou.
Todo fim de ano é o mesmo papo, já tô cansada disso!
O ano acaba, mas a vida continua... não se começa nada do zero, o tempo apenas corre e corre bem rápido.
2010 foi um ano bom: aprendi muita coisa, conheci pessoas incríveis, chorei de alegria e conheci mais um pouquinho de Deus!
Tive muitas preocupações e tristezas também. Faz parte, né?! O importante é que aprendi muito e vou levar tudo pra o resto de meus dias.
Não sou de fazer promessas pra o novo ano, gosto de pensar em coisas boas que poderiam acontecer, e só. Vou deixando acontecer, devagar, da maneira que Deus queira...ele sabe de tudo!
Em 2011 desejo continuar a jornada mais perto de Deus, mais forte e com mais certeza do que quero. Muitas coisas podem acontecer, boas ou ruins, e quero está preparada, mesmo que a preparação seja depois do acontecido (rs).
É momento de refletir onde erramos pra que possamos fazer diferente e de relembrar aquilo que fizemos certo para poder aperfeiçoar.
É momento de pedir a Deus mais sabedoria e amor. Sabedoria pra lhe dar com as situações que enfrentaremos e amor pra que possamos viver da maneira que Deus deseja que vivamos. 
Acho que está na hora de correr....

correr para continuar a vida... Que venha 2011!!!!!!!

29 de dez de 2010

Eh, nada é perfeito!


Mas aconteceu que o pequeno príncipe, tendo andado muito tempo pelas areias, pelas rochas e pela neve, descobriu, enfim, uma estrada. E as estradas vão todas em direção aos homens.
- Bom dia! - disse ele.
Era um jardim cheio de rosas.
- Bom dia! - disseram as rosas.
Ele as contemplou. Eram todas iguais à sua flor.
- Quem sois? - perguntou ele espantado.
- Somos as rosas - responderam elas.
- Ah! - exclamou o principezinho...
E ele se sentiu profundamente infeliz. Sua flor lhe havia dito que ela era a única de sua espécie em todo o Universo. E eis que havia cinco mil, iguaizinhas, num só jardim!
"Ela teria se envergonhado", pensou ele, "se visse isto... Começaria a tossir, simularia morrer, para escapar ao ridículo. E eu seria obrigado a fingir que cuidava dela; porque senão, só para me humilhar, ela seria bem capaz de morrer de verdade..."
Depois, refletiu ainda: "Eu me julgava rico por ter uma flor única, e possuo apenas uma rosa comum. Uma rosa e três vulcões que não passam do meu joelho, estando um, talvez, extinto para sempre. Isso não faz de mim um príncipe muito poderoso..."
E, deitado na relva, ele chorou.
E foi então que apareceu a raposa:
- Bom dia - disse a raposa.
- Bom dia - respondeu educadamente o pequeno príncipe, olhando a sua volta, nada viu.
- Eu estou aqui - disse a voz, debaixo da macieira...
- Quem és tu? - Perguntou o principezinho. - Tu és bem bonita...
- Sou uma raposa - disse a raposa.
- Vem brincar comigo - propôs ele. - Estou tão triste...
-Eu não posso brincar contigo - disse a raposa. - Não me cativaram ainda.
- Ah! Desculpa - disse o principezinho.
Mas, após refletir, acrescentou:
- Que quer dizer "cativar"?
- Tu não és daqui - disse a raposa. - Que procuras?
- Procuro os homens - disse o pequeno príncipe. - Que quer dizer "cativar"?
- Os homens - disse a raposa - têm fuzis e caçam. É assustador! Criam galinhas também. É a única coisa que fazem de interessante. Tu procuras galinhas?
- Não - disse o príncipe. - Eu procuro amigos. Que quer dizer "cativar"?
- É algo quase sempre esquecido - disse a raposa. Significa "criar laços"...
- Criar laços?
- Exatamente - disse a raposa. - Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu também não tens necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo...
- Começo a compreender - disse o pequeno príncipe. - Existe uma flor... eu creio que ela me cativou...
- É possível - disse a raposa. - Vê-se tanta coisa na Terra...
- Oh! Não foi na Terra - disse o principezinho.
A raposa pareceu intrigada:
- Num outro planeta?
- Sim.
- Há caçadores nesse planeta?
- Não.
- Que bom! E galinhas?
- Também não.
- Nada é perfeito - suspirou a raposa.

Trecho do livro que adoro: O pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry.

27 de dez de 2010

Sem explicação


Tem coisas que acontece com a gente que não precisam ser entendidas, elas apenas acontecem. E isso basta.
Por mais que seja difícil de entender a "não explicação" o mais simples a ser feito é apenas deixar que aconteça sem questionar, sem reclamar, sem se intrometer. Apenas deixar acontecer.
Por algum motivo, essas coisas que não exigem motivos para que aconteçam, mais cedo ou mais tarde, nos dá um presentinho pra gente, sejam eles bons ou ruins. Porque não ter motivos não significa não ter propósitos.
O que devemos aprender é que não importa os motivos no momento que se acontece essas coisas. 
Existe a hora exata pra se preocupar: a hora que a gente abre a caixinha e vê o que é o presentinho.

24 de dez de 2010

Que tempo é esse?


Que tempo é esse que muda o ambiente, que alegra as pessoas, que aproxima gente?
Que tempo é esse que faz as pessoas se presentearem e confraternizar não sei o que?
Que tempo é esse, onde os corações se compadecem e a solidariedade é marca registrada?
Que tempo é esse que o amor parece fluir entre quase todos?
Que tempo é esse que, como num passe de mágicas a felicidade estampa na cara das pessoas?
O ânimo, a roupa nova, a mesa farta...que tempo é esse?
É o Natal?
Só pode, né?! Afinal, é esse o período do ano que as pessoas se lembram de ajudar o próximo, de dizer eu te amo pra o pai, de presentear uma pessoa especial, de convidar os amigos pra uma troca de risos, presentes e carinho, de enfeitar a casa, montar a árvore e outras cositas mais...
Chegou a época dos corações solidários, de acreditar em esperança e de falar no menino Jesus.
Eu particularmente gosto dessa época do ano, porque parece que o espírito das pessoas é mais bonito, as coisas ficam tão mais alegres!
Mas, apesar da beleza do Natal, eu me pergunto sempre: porque e para que tudo isso, se durante os 11 meses anteriores do ano o orgulho, a prepotência, o desespero, o estresse, a ignorância e tantas outras coisas ruins prevalecem? Do que adianta todo esse espírito natalino, se no ano todo milhões de pessoas morrem de fome e não encontram ninguém para ajudá-las?
Deus quer que vivamos o ano todo com alegria do Natal!
Por isso não faça do fim de ano o momento exclusivo para presentear seus amigos e sua família, faça isso durante o ano todo. Com sorrisos, com abraços e com carinho, pois isso é o mais importante.
Se o mundo fizesse isso, seríamos todos bem mais felizes!


Feliz Natal ♥

19 de dez de 2010

Súplica

Deus...
não sou capaz de seguir sozinha, nunca fui.
Esse meu desatino que se mete sem pedir licença é pura ignorância, teimosia de achar que pode fazer as coisas...
Eu não posso nada, Tu é quem pode!
Porque, se o olhar desvia-se do foco, tudo ao redor mergulha em lamas profundas e tão imundas, que o sofrimento fica insuportável.

Eu não queria cair, eu nunca quis.
O mal tem essas de se fazer de bonzinho...e quando a gente vê já não se têm muito o que fazer.
A não ser suplicar. Suplicar pela intervenção da mão divina, criadora de toda essa magia que conecta os mundos a todo universo.

Ah, quão boa é a súplica!
Se posso realizar tal feito, é cabível a existência de alguém maior do que eu e do que todos, e que prontamente pode me socorrer...E tudo pode voltar a ser bom.
Não como era antes, porque nada acontece duas vezes da mesma maneira, mas tudo pode se tornar significativamente mil vezes melhor!!!!!!!

17 de dez de 2010

Conchas



"Ficar ocupado é uma droga que vicia muitas pessoas. É claro que há fases na vida em que alguém próximo a você ficou doente, ou você começou um novo negócio ou emprego, ou tem algo acontecendo na escola ou com sua família. Mas precisamos examinar o ritmo das nossas vidas se pretendemos finalmente fazer uma só coisa...

Você é assim? Tão ocupado fazendo tantas coisas, que suas mãos estão cheias de conchas? E algumas delas, ou talvez todas, podem ser até boas, mas você é incapaz de agarrar a estrela-do-mar..."

Rob Bell

[...]


"Não, não, a minha memória não é boa. Ao contrário, é comparável a alguém que tivesse vivido por hospedarias, sem guardar delas nem caras nem nomes, e somente raras circunstâncias. A quem passe a vida na mesma casa de família, com os seus eternos móveis e costumes, pessoas e afeições, é que se lhe grava tudo pela continuidade e repetição. Como eu invejo os que não esqueceram a cor das primeiras calças que vestiram! Eu não atino com a das que enfiei ontem. Juro só que não eram amarelas porque execro essa cor; mas isso mesmo pode ser olvido e confusão.
E antes seja olvido que confusão; explico-me. Nada se emenda bem nos livros confusos, mas tudo se pode meter nos livros omissos. Eu, quando leio algum desta outra casta, não me aflijo nunca. O que faço, em chegando ao fim, é cerrar os olhos e evocar todas as cousas que não achei nele. Quantas idéias finas me acodem então! Que de reflexões profundas! Os rios, as montanhas, as igrejas que não vi nas folhas lidas, todos me aparecem agora com as suas águas, as suas árvores, os seus altares, e os generais sacam das espadas que tinham ficado na bainha, e os clarins soltam as notas que dormiam no metal, e tudo marcha com uma alma imprevista que tudo se acha fora de um livro falho, leitor amigo. Assim preencho as lacunas alheias; assim podes também preencher as minhas".


Trecho do livro Dom Casmurro de Machado de Assis.





16 de dez de 2010

Lágrimas



Sei que chorar não resolve.

Mas ainda assim eu choro, pra tentar perceber algum consolo...

13 de dez de 2010

♫♪


Minha pequenina luz vou deixar brilhar,
minha pequenina luz vou deixar brilhar,
brilhar, brilhar, brilhar   ***


11 de dez de 2010

Engasgada

Uma resposta, apenas uma simples resposta, pode mudar todo rumo da história...

...uma ironia, uma brincadeira boba, um não ou um sim... desfaz a rota, encurva o que era reto, acaba com um sorriso, me deixa engasgada!

¬¬





10 de dez de 2010

Quadrilha



João amava Teresa que amava Raimundo
que amava Maria que amava Joaquim
que amava Lili que não amava ninguém.
João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento,
Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,
Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes
que não tinha entrado na história.

Carlos Drummond de Andrade

7 de dez de 2010

Eh...

e pensar que achava já ter sentido de tudo...
Me deparar com aqueles olhos não foi apaixonante, muito menos mágico. Foi mais do que qualquer palavra que tente explicar um sentimento bom por alguém.
Senti que aquele era o momento de permitir e repartir tudo de lindo que o meu coração tem. Era aquele olhar, sem ter razão ou explicação.
É exatamente isso que eu queria.
Não sei bem porque as pessoas nos cativam, mas sei como. É o simples sentir e disto parte-se todos os movimentos.
Pela primeira vez na minha vida tenho um sentimento concreto pra dizer que sinto. Não que eu não tenha sentido algo antes. Sim, senti, mas antes eu apenas dizia sentir. Em momento algum me perguntava porque sentia ou de onde vinha o sentimento. O sentimento estava ali porque acreditava nisso.
Agora não, eu sinto não porque simplesmente acredite nisso, mas porque tenho vontade de sentir. Eu faço existir e eles acontecem.
Pode até ser que aqueles olhos fujam, algum dia, dos meus, mas não vou dizer nunca que tudo foi ilusão, porque quando quiser posso deixar de sentir. Ilusão é, pra mim, aquilo que nunca existiu, e esse não é nosso caso.
Por mim pode durar toda a vida. Enquanto eu desejar ver aqueles olhos, beijar aquela boca, abraçar aqueles braços e, assim, me ver feliz, continuarei a sentir...




O coração de uma mulher deve ser tão próximo de Deus que um homem precisa persegui-Lo para encontrá-la. 
(C. S. Lewis)




5 de dez de 2010


"Não sei se quero descansar,por estar realmente cansada ou se quero descansar para desistir"

frase de Clarice Lispector - ela sempre adivinha o que eu quero falar! =P

4 de dez de 2010


O que me impressiona é esse jeito que as pessoas têm de serem sempre agradáveis...
Coitadas!
Tão vazias!

3 de dez de 2010

Rob Bell ' Nooma - 01: "Rain"



Deus está comigo em todo momento...
até mesmo naqueles em que meu pobre ser não consegue vê-lo!

2 de dez de 2010

Continuidade

Não sei, mas sinto uma força que embala tudo...
Tudo junto numa coisa só
Sem ditados, sem normas
Só sensação, como numa canção
Pensamentos de levar ao delírio
Abraço forte de dar calafrios
Jogando o jogo do momento
que de cada momento faz-se o todo
E assim teve início
E assim tem-se vivido
E assim que não tenha fim
Só continuidade.

1 de dez de 2010

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.

O tempo cobre o chão de verde manto,
Que já coberto foi de neve fria,
E em mim converte em choro o doce canto.

E, afora este mudar-se cada dia,
Outra mudança faz de mor espanto:
Que não se muda já como soía.

Luís Camões


19 de nov de 2010

Poética

De manhã escureço
De dia tardo
De tarde anoiteço
De noite ardo.

A oeste a morte
Contra quem vivo
Do sul cativo
O leste é meu norte.

Outros que contém
Passo por passo:
Eu morro ontem.

Nasço amanhã
Ando onde há espaço:
- Meu tempo é quando.

Vinícius de Morais



15 de nov de 2010

o Normal


Não gosto das coisas consideradas normais da vida, necessito de uma realidade inventada, do novo, do que parece improvável.
O normal me dá náuseas, me enche de nojo e não é a opção que eu assinalo.
Estamos tão adaptados à normalidade das coisas que quando sobrevém a "anormalidade" temos dificuldades de aceitá-la como algo bom, algo que não seja totalmente abominável. 
Os velhos paradigmas estão grudados na mente das pessoas e causam tantas catástrofes no íntimo delas assim como cânceres, que destroem e tomam posse, lentamente, do corpo biológico.
É uma doença brutal e aberrante...
Minha intenção aqui não é desvalorizar a visão de cada um, mas sim de abrir-lhes os olhos para perceberem que existe um leque de outras tantas alternativas e que, às vezes, essas outras alternativas podem apresentar muito mais valor quando escolhidas, em detrimento das que se têm.
Eu odeio a visão única que me apresentam de fazer as coisas, não aceito a normalidade.
Uma vez ouvi a seguinte frase: "Há muito mais do céu que a gente não experimenta porque não nos permitimos experimentar". 
Sabe aquilo o qual você sonha tanto em conquistar? Sabe aquela vida que você quer tanto ter? Não se conforme que as coisas prossigam ruins e que isso seja normal. Crie, reinvente, inove. Amplie sua visão para conseguir ver outras maneiras de se chegar lá. Não se importe com o que vão falar de você. Respeite a si próprio, depois aos outros e siga seu caminho sem derrubar vidas ou corações.
Saiba que existe outra forma mais feliz e mais confortável de alcançar seus objetivos, sejam eles de qualquer natureza. 
Não conforme-se em ouvir "É normal...", porque se o que vives não está bom, só pode está ruim e ruim, pra mim, não é normal!

12 de nov de 2010

"A harmonia secreta da desarmonia: quero não o que está feito mas o que tortuosamente ainda se faz. Minhas desequilibradas palavras são o luxo de meu silêncio. Escrevo por acrobáticas aéreas piruetas - escrevo por profundamente querer falar. Embora escrever só esteja me dando a grande medida do silêncio."
Clarice Lispector - trecho de "Água viva"



11 de nov de 2010

8 de nov de 2010

ACOOOORDEM!!!

Hoje presenciei uma cena deplorável: depois de esperar tanto tempo numa fila enorme, em pleno horário de almoço, na estação de ônibus, vi a forma arrogante que o motorista tratava os passageiros que, chateados pela demora, reclamavam da falta de respeito para com nós cidadãos...Óbvio que estavam mais do que certos!
Mas pra confirmar tanta arrogância, o bendito do motorista, termina de beber sua água e joga a garrafa pela janela!Quanta ignorância!!!
Não entendo como, nos dias de hoje, ainda existam pessoas assim sem noção do que é falta, doença, desemprego, fome, guerra, enfim...Porque alguém que não se preocupa em cuidar do meio ambiente não está se preocupando com as gerações futuras quanto a estes e tantos outros problemas que, apesar de existirem, poderão se agravar em decorrência da poluição desenfreada que causamos na natureza.
Toda essa política do consumismo que rege as leis da humanidade globalizada só vem ao encontro da desgraça do ser humano!
ACOOOORDEM!!!
Tá mais do que na hora de sermos humanos de verdade e usarmos nossa racionalidade para algo de bom!
Chega de blá blá blá e sigamos para o fazer...
O planeta não espera...
Por isso seja consciente e não faça como o porco do motorista: Jogue lixo no lixo!

"Quem depreda a natureza está se auto depredando" (Lauro Trevisan)

5 de nov de 2010


Como as folhas, com o vento
Até onde vai dar o firmamento
Toda hora enquanto é tempo
Vivo aqui neste momento
Hoje aqui, amanhã não se sabe
Vivo agora antes que o dia acabe
Neste instante, nunca é tarde
Mal começou eu já estou com saudade

Me abraça, me aceita,
Me aceita assim meu amor
Me abraça, me beija
Me aceita assim como eu sou
Me deixa ser o que for

Como as ondas com a maré
Até onde não vai dar mais pé
Este instante tal qual é
Vivo aqui e seja o que Deus quiser
Hoje aqui não importa pra onde vamos
Vivo agora, não tenho outros planos
É tão fácil viver sonhando
Enquanto isso a vida vai passando..
.

31 de out de 2010

Vitalize-se!

Cristo diz: "Dê-me tudo. Eu não quero um tanto do seu tempo, tanto do seu dinheiro, tanto do seu trabalho. Quero você. Eu não vim para atormentar o seu ego natural, mas para matá-lo. Meias medidas não trazem nenhum bem. Eu não quero podar um galho aqui e outro ali, mas quero derrubar a árvore inteira. Entregue todo o seu ego natural, todos os desejos que você julga inocentes, bem como os que você julga iníquos - todo o seu ser.
Eu lhe darei um novo eu. Na verdade eu lhe darei o meu próprio eu; a minha vontade se tornará a sua vontade."
[C. S. Lewis]

Já passou do momento de não sermos mais tão econômicos ao nos entregar a Deus, mas de pemitir que ele nos vitalize por completo. Exageradamente....Vitalize-se!

28 de out de 2010

Um pouquinho.



Um pouquinho de carinho, um pouquinho de humor, um pouquinho de carisma, um pouquinho de pudor...
Um pouquinho de leveza, um pouquinho de calor, um pouquinho de presteza, um pouquinho de fervor...
Um pouquinho de alegria, um pouquinho de tristeza, um pouquinho de fantasia, um pouquinho de incerteza...
Um pouquinho de trabalho, um pouquinho de preguiça, um pouquinho de cansaço, um pouquinho de justiça...
Um pouquinho de chocolate, um pouquinho de limão, um pouquinho de vinho tinto, um pouquinho de macarrão...
Um pouquinho de sonho, um pouquinho de razão, um pouquinho de aventura, um pouquinho de sensação...
Um pouquinho de festa, um pouquinho de cama, um pouquinho de vestido, um pouquinho de pijama...
Um pouquinho de noite, um pouquinho de dia, um pouquinho de bagunça, um pouquinho de calmaria...
Um pouquinho de perdão, um pouquinho de abraço, um pouquinho de besteira, um pouquinho de palhaço...
Um pouquinho de sorriso, um pouquinho de tensão, um pouquinho de ansiedade, um pouquinho de compreensão...
Um pouquinho de beleza, um pouquinho de sabor, um pouquinho de desleixo, um pouquinho de frescor...
Um pouquinho de muita coisa, um pouquinho de cor, um pouquinho de respeito, mais um pouquinho de amor.

25 de out de 2010

ó Pai...

...hoje não vim aqui pedir algo para mim,
só vim falar contigo, Senhor.
Minha prece Você não respondeu, mas até lá não farei nenhum pedido a ti,
só vim falar contigo, Senhor.
Pode ser que no amanhã haja dores e aflições
e mil lágrimas poderei verter.
Mas até que venha o amanhã, não farei nenhum pedido a ti,
só vim falar contigo, Senhor...


23 de out de 2010

Aniversário!!

Hoje o Vitalize-se completa 1 aninho de existência e eu estou muito feliz e satisfeita com esse meu cantinho, principalmente porque vejo que tenho alcançado o meu objetivo através dele...
Fico muito feliz também quando pessoas especiais o visita e gosta do que encontra. Isso me indica que outras pessoas se identificam comigo, com meus pensamentos e sentimentos e que outras podem não se identificar, mas entende e conhece o meu mundinho.
Por isso só tenho que agradecer principalmente a Deus, por me dá essa oportunidade, e a todos os que me seguem e participam disso tudo junto comigo.
Muito obrigada!!



Tá na hora de apagar a velinha, vamos cantar aquela musiquinha: parabéns pra você, parabéns pra você...\o/



P.S o Vitalize-se está de cara nova, como podem ver (rsrs), espero que gostem! Beijos


Mas a poeira é só a vontade que o chão tem de voar...






20 de out de 2010

Essa coisa chamada SONHO

Que todos nós temos sonhos, todos estão cansados de saber. O que seríamos de nós sem eles, né?
Eu e você não existiríamos se Deus, um dia, não tivesse sonhado conosco.
Mas eu me entretenho pensando: porque não temos felicidade plena, se vivemos de sonhos e eles parecem ser tão bons?
É verdade, leitor(a), que meu sonho não chega nunca a ser igual ao seu. Cada um tem um sonho que alimenta seus valores, suas atitudes, sua vida.
No mundo não há paz, porque nem todos sonham com ela, não existe amor em todos os corações porque poucos se importam em sonhar com ele.
E é desse modo que, coisas também ruins, estão espalhadas por aí. Porque fazem parte dos sonhos de muitos.
Sonhar é fácil, qualquer coisa pode se tornar objeto de nossos desejos.
O difícil é dominar e escolher essa coisa chamada sonho.

17 de out de 2010




Eu só peço a Deus alguém sincero!
Coração sensato!

Até quando...

ó simples, amareis a simplicidade? E vós, escarnecedores, desejareis o escárnio? E vós insensatos, odiareis o conhecimento?
Atentai para a minha repreensão; pois eis que vos derramarei abundantemente do meu espírito e vos fareis saber as minhas palavras.
Entretanto, porque eu clamei e recusastes; e estendi a minha mão e não houve quem desse atenção, antes rejeitastes todo meu conselho, e não quiseste a minha repreensão.
Também de minha parte eu me rirei na vossa perdição e zombarei, em vindo o vosso temor.
Vindo o vosso temor como a assolação, e vindo a vossa perdição como uma tormenta, sobrevirá a vós aperto e angústia.
Então clamarão a mim, mas eu não responderei; de madrugada me buscarão, porém não me acharão.
Porquanto odiaram o conhecimento; e não preferiram o temor do Senhor:
Não aceitaram o meu conselho, e desprezaram toda minha repreensão.
Portanto comerão do fruto do seu caminho, e fartar-se-ão dos seus próprios conselhos.
Porque o erro do simples os matará, e o desvario dos insensatos os destruirá.
Provérbios 1: 22-32


14 de out de 2010

Meus textos


Meus textos estão longe de ser como grandes obras literárias...
Eles não possuem linguagem tão rebuscada e nem o jogo das palavras é tão bem jogado assim.
Meus textos não são tão marcantes como os de Machado de Assis, nem tão românticos como os lindos sonetos de Carlos Drummond.
Não são tão pessimistas como os de Aluísio de Azevedo, nem são astutos como os de Clarice Lispector.
Meus textos, bem provavelmente, não vão ser tão lembrados como os desses autores citados, nem ganharei prêmio Nobel ou qualquer outro mérito por escrevê-los.
Sem dúvida cada autor escreve de uma maneira, sendo nenhum texto igual ao outro. Cada um tem sua própria linguagem, sua forma, sua peculiaridade.
Meus textos jamais serão iguais aos dos autores que citei, nem serão iguais aos de autor nenhum e nem de mais ninguém.
São textos únicos, meus textos são únicos!
Mas existe algo em comum entre meus textos e todos os outros: são escritos não só pela mão, mas principalmente pela mente, pela emoção, pela liberdade de expressão e, simplesmente, pelo prazer que se tem em escrever...

"Enquanto eu tiver perguntas e não houver respostas, continuarei a escrever"  Clarice Lispector 

                                                                                                                



11 de out de 2010

Boiando



Quem aqui nunca esteve boiando?
No mar, na piscina, no rio, no lago, enfim...
Quem nunca experimentou deitar-se sobre as águas e sentir seu estado fluido, sereno e pacífico não saberá do meu estado hoje.
Porque hoje estou boiando, sentindo tudo sereno, ouvindo apenas nada!
Apesar dos ventos e do barulho que faz ao redor, quando se está boiando nada disso nos impede de ficar em paz. É como se fôssemos transportados para outro mundo, o mundo que há apenas entre nós e o céu, pois até a própria água, em certo ponto, deixa de ser sentida pelo corpo. Nesse momento só há você e a imensidão do plano azul.
Escuta-se as batidas do coração e a sintonia da água.
Sensação divina é quando fechamos os olhos: tudo ao redor desaparece, a paz invade o peito, a respiração fica mais intensa. Sentimos o sangue correr pelo corpo, sentimos, mais do que nunca, a vida!
É nesse estado de serenidade e de harmonia que me encontro hoje, apesar de todo barulho que existe lá fora.
Só quero aproveitar esse momento, pois enquanto eu falo aqui, "terá fugido ávido o tempo: colhe o instante, sem confiar no amanhã" (Horácio).



8 de out de 2010

Brooke Fraser - Something in The Water - Official Clip

Lançamento do mais novo CD - Flags (banderias) de Brooke Fraser, no dia 12 de outubro!!
Vale a pena conferir umas das músicas deste lançamento, que promete!!
Ahh, se eu pudesse ir..."/


Segue o link do site oficial para quem quiser conferir: 

7 de out de 2010

Amor: a maior força do mundo

"O mundo é realmente lindo, habitável e fraterno quando for visto pelos olhos do amor.
Há uma década os homens inventaram uma nave maravilhosa que os transportou até a lua. Fabricaram depois outras naves que continuam percorrendo os espaços siderais e seguirão além de nossa galáxia. Os homens inventaram milhões de coisas mirabolantes como, por exemplo, os sofisticados computadores, os satélites artificiais, assim por diante.
Mas, a invenção mais estupenda foi o amor.
O amor é a razão de ser da existência humana e da existência do mundo.
Você foi imaginado por amor, nasceu por amor e vive por amor e no amor. O amor é a substância vital da sua existência.
A sua vida, cada passo, cada respiração, cada gesto tem maior ou menor sentido de acordo com a densidade de amor existente em você.
Quando você tem o coração iluminado, aquecido e colorido pelo amor o mundo é lindo, é um milagre maravilhoso que se renova em cada coisa, a cada momento.
Quem ama sente a poesia do entardecer, a nostalgia profunda de uma garça pousada à beira de um lago, sente a emoção misteriosa de uma noite de luar a estender résteas de prata pelos telhados, pelas árvores e pelos rios, sente a grandeza majestosa das montanhas erguidas para o céu em silenciosa oração.
Quem ama, enfim, sente a vida e vive-a em toda a sua plenitude".

Trecho do livro "O poder infinito da mente" de Lauro Trevisan. 

4 de out de 2010

Brooke Fraser - C.S. Lewis Song - MINHA MÚSICA!


Agora vou me importar só comigo mesma. E não é egoísmo, é auto-estima...
Cansei de preocupar-me com os outros e eles nem aí por mim.
Agora os outros são os outros e só

3 de out de 2010

21

Hoje completo exatamento vinte e um anos de idade.
Vinte e um anos nem é tanto assim, mas quando me olho ainda vejo como se tivesse meus 17...
O tempo passa tão rápido e às vezes a gente nem se dá conta. Parece até que foi ontem que fiz 15 e parando pra pensar, isso já faz quatro anos.
Por mais que muita coisa ainda continue do mesmo modo de quatro, cinco anos atrás, eu agradeço a Deus por ter chegado até aqui e, principalmente, por me ter proporcionado bons ensinamentos.
Sabe, minha vida ainda não é do jeito que eu mais anseio e acredito que nunca vai ser, porque sempre vai ficar faltando uma lacuna pra ser preenchida. Lacuna esta que homem algum é capaz de preencher, nem nada que há na face dessa terra!
Se há alguma vantagem de, hoje, me ver mais velha é sentir que amadureci. Assim como as frutas, os homens também amadurecem. Tornam-se mais fortes e convictos de suas idéias e preceitos.
Percebi que os anos vão passando e a vida vai me ensinando tantas coisas.
Caindo e levantando, é assim que se prossegue rumo a vitória...
Agradeço a todos que fazem parte dessa jornada e espero sempre deixar o melhor de mim nas vossas lembranças.

Beijooss sabor bolo de chocolate!=D

1 de out de 2010

Ahh...

mas eu estou tão feliz!!
contente comigo e mim mesma...dizem que o amor atrai

Coisas que eu simplesmente...

ADOOOOOORO...
pipoca, chuva na hora de dormir, abraço, amigas, fazer compras, chocolate, blog, poemas, internet, flores, música, festas, beijo, fotos, livros, cinema, estrelas, morango, carinho, escrever, biscoito maisena, família, suco de acerola, lasanha, mar, viagem, lilásamor...

Você!

28 de set de 2010

"Mesmo minhas alegrias, como são solitárias às vezes. E uma alegria solitária pode se tornar patética. É como ficar com um presente todo embrulhado com papel enfeitado de presente nas mãos e não ter a quem dizer: tome, é seu, abra-o! Não querendo me ver em situações patéticas e, por uma espécie de contenção, evitando o tom da tragédia, então raramente embrulho com papel de presente os meus sentimentos."

Clarice Lispector




26 de set de 2010


"Mera mudança não é crescimento. Crescimento é a síntese de mudança e continuidade, e onde não há continuidade não há crescimento".
C. S. Lewis

24 de set de 2010

Um novo olhar

Hoje, depois de chegar cansada da faculdade, dormi muito. Quando acordei quis fechar novamente os olhos e voltar ao sono.
Ao abrir os olhos me deparei com uma realidade, então quis fugir através do sono para não viver o que, de certa forma, me é imposto.
Olhei para o lado e não tinha ninguém, absolutamente ninguém.
Fechei novamente os olhos e vi alguém ali, alguém que me amava e cuidava de mim.
Vi meus filhos correndo pelo quarto e felizes por ter-me como mãe. E eu os amava muito!
Eu tinha construído tudo aquilo, independentemente do que haviam pensado de mim e sem barreiras me impedindo. E a satisfação era tanta!
De repente me vi pensando: porque, afinal, adiar um casamento ou mesmo o fato de ser mãe?
Simplesmente porque vivemos num mundo onde o dinheiro está atrelado a tudo, as pessoas vivem pensando só no amanhã: em trabalhar hoje pra comprar uma casa em tal ano, estudar hoje para ter tal profissão, namorar muito hoje e depois de anos começar a pensar em casar-se, casam e pensam em trabalhar muito para depois ter filhos, ou seja, adiam toda sua felicidade. E porque? Por causa do dinheiro.
Minha intenção aqui não é menosprezar o dinheiro nem o sonho de ninguém, só quero que os leitores atente para o fato de que a felicidade não deve ser mais adiada. 
A linha que separa o sonho da realidade é muito tênue.
Nossos desejos podem ser realizados mais facilmente do que muitos pensam, basta querer quebrar nossos velhos paradigmas e abrir nossos olhos para um novo olhar, mesmo que isso pareça loucura para aqueles que ainda ficarão com o antigo.
Limites ainda me controlam, mesmo não entrando em consenso com eles. Mas sabe de uma? Estou lutando desde já para mostrar que a minha felicidade está muito além de todos os empecilhos.
Minha realidade pode ser qualquer uma que não seja a que vivo, e é dela que vou atrás...bjs.