28 de set de 2010

"Mesmo minhas alegrias, como são solitárias às vezes. E uma alegria solitária pode se tornar patética. É como ficar com um presente todo embrulhado com papel enfeitado de presente nas mãos e não ter a quem dizer: tome, é seu, abra-o! Não querendo me ver em situações patéticas e, por uma espécie de contenção, evitando o tom da tragédia, então raramente embrulho com papel de presente os meus sentimentos."

Clarice Lispector




26 de set de 2010


"Mera mudança não é crescimento. Crescimento é a síntese de mudança e continuidade, e onde não há continuidade não há crescimento".
C. S. Lewis

24 de set de 2010

Um novo olhar

Hoje, depois de chegar cansada da faculdade, dormi muito. Quando acordei quis fechar novamente os olhos e voltar ao sono.
Ao abrir os olhos me deparei com uma realidade, então quis fugir através do sono para não viver o que, de certa forma, me é imposto.
Olhei para o lado e não tinha ninguém, absolutamente ninguém.
Fechei novamente os olhos e vi alguém ali, alguém que me amava e cuidava de mim.
Vi meus filhos correndo pelo quarto e felizes por ter-me como mãe. E eu os amava muito!
Eu tinha construído tudo aquilo, independentemente do que haviam pensado de mim e sem barreiras me impedindo. E a satisfação era tanta!
De repente me vi pensando: porque, afinal, adiar um casamento ou mesmo o fato de ser mãe?
Simplesmente porque vivemos num mundo onde o dinheiro está atrelado a tudo, as pessoas vivem pensando só no amanhã: em trabalhar hoje pra comprar uma casa em tal ano, estudar hoje para ter tal profissão, namorar muito hoje e depois de anos começar a pensar em casar-se, casam e pensam em trabalhar muito para depois ter filhos, ou seja, adiam toda sua felicidade. E porque? Por causa do dinheiro.
Minha intenção aqui não é menosprezar o dinheiro nem o sonho de ninguém, só quero que os leitores atente para o fato de que a felicidade não deve ser mais adiada. 
A linha que separa o sonho da realidade é muito tênue.
Nossos desejos podem ser realizados mais facilmente do que muitos pensam, basta querer quebrar nossos velhos paradigmas e abrir nossos olhos para um novo olhar, mesmo que isso pareça loucura para aqueles que ainda ficarão com o antigo.
Limites ainda me controlam, mesmo não entrando em consenso com eles. Mas sabe de uma? Estou lutando desde já para mostrar que a minha felicidade está muito além de todos os empecilhos.
Minha realidade pode ser qualquer uma que não seja a que vivo, e é dela que vou atrás...bjs.





19 de set de 2010

Off

Ás vezes dá vontade de ser uma máquina, que pode ser ligada ou desligada quando bem se quer.
Ás vezes sinto vontade de se enfiar no meu mundinho e ficar lá bem aconchegada esperando a chuva passar.
Quem me dera poder apertar um botãozinho e pronto, piiiiiii... desligar. Ou deletar tudo de uma só vez...,
Ah, se eu pudesse dá uma voltinha nos outros planetas pra esfriar a cabeça, assim como o principezinho de Antoine S. e voltar melhor. Pronta pra outra!
Ás vezes sinto como se ninguém pudesse me escutar, como se nem eu mesma me desse atenção.
É que eu tenho necessidade de sair de mim e me dá um tempo também...
Apertar o Off...
O silêncio é muito pouco, os segundos sozinha é ainda insuficiente, o tempo calada é agonizante.
Precisava ser desligada por um tempo...
Nem sei se adiantaria, mas seria um bálsamo pra mente.
A vida de tão bela que é, chega a ser cruel com a gente, porque nem sou tão bela assim...
Vai entender essa minha mente!
Quer entender essa minha mente?



18 de set de 2010

Mostra-me


Apesar de saber que meus erros do passado estão apagados por Tua mão, ainda sinto-me culpada. Ainda tento acertar.
Por isso eu sussurro Teu nome, és o único que me conheces e sabe o que vai dentro do meu coração.
Quando eu não posso te ouvir, ainda assim sei que podes ouvir tudo que oro.
Então me mostra o caminho pelo qual devo andar.
Mostra-me como devo viver isso.
Mostra-me o que devo fazer para ser mais do que aquilo que eu posso.
Porque o que posso ainda não é o bastante, ainda não é o melhor!

16 de set de 2010

15 de set de 2010

// L'

Às vezes a gente descobre que podemos AJUDAR as pessoas...

...com um simples SORRISO



ou com um singelo ABRAÇO...


...e isso faz toda a DIFERENÇA!





14 de set de 2010

Moldável


Às vezes esse carnaval tem intenções sinistras
Apenas tua intervenção pode me salvar agora
Hoje em dia você tem que ter peito
para não cair em tentação
Essas revelações regulares suas me ajudam a lutar

Estou trabalhando para ser moldável
Toma-me em tuas mãos e molda-me
Eu sou teu e isso é inegável
Mas sou fraca, então leva-me
e abraça-me.

Todas essas coisas mundanas que eu nem posso tocar
Todos estão as pegando e aproveitando-as tanto
Para resisti-las é preciso mais do que apenas minha vontade
Então através da sua força..oh, cura-me essa noite!
 Pliable - Brooke Fraser (Tradução)

12 de set de 2010

Há lugarzinho


Há um lugarzinho aqui no meu coração, dizendo que vai dar certo.
Que aguarda com carinho um dia ser preenchido.
Há um lugarzinho delicado, arrumado, enfeitado pra um dia ser ocupado.
Há um lugarzinho conveniente, abrangente, muitas vezes cercado de melancolia, que sempre espera e de vez em quando erra.
Há um lugarzinho que balança, e no balanço vai me embalando e disfarçando seu vazio, abismo pueril.
Lugarzinho porque é tão pequeno, confortável porque é tão grande!
Tenho pressa de ver sentado nesse lugarzinho alguém que não tenha medo de altura, que goste da brisa fresca e também dos ventos tempestuosos, alguém que saiba cuidar desse lugar, que regue a grama ao seu redor e que aproveite os balanços pra dançar. Pois se cair não vai gritar, se a tempestade vier, não vacilará e quando embalado agradecerá.
Virá, um certo dia, alguém querendo sentar e ficar pra sempre nesse lugarzinho.
"O segredo é não correr atrás das borboletas, mas cuidar do jardim para que elas venham até você"
Mário Quintana



7 de set de 2010

"Enquanto eu tiver perguntas e não houver respostas...continuarei a escrever." 
Clarice Lispector




Nunca chego ao fim dos variados modo de existir.
Vou vivendo de esboços inacabados e irresolutos.
Tento apenas equilibrar-me entre mim e eu mesma.
E esse equilíbrio vai me levando ao equilíbrio maior: entre mim e o mundo.
E se tento e não consigo, é pelo desequilíbrio constante que o Criador causa em mim. Pela imutável mudança da mente e do coração que perpassa por todo entendimento dito humano.

4 de set de 2010

Considerai os lírios, como eles crescem;

... não trabalham nem fiam; e digo-vos que nem ainda Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como um deles. E se Deus assim veste a erva que hoje está no campo e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé? (Lucas 12: 27, 28)


Não duvides tu, em nenhum momento, do cuidado de Deus sobre ti!
Acredite - simplesmente acredite - que ele suprirá toda a tua vida, seja financeira ou amorosa, não o faça porque estou dizendo, mas porque foi esta a sua promessa!

Bj pra quem é de bj, abraço pra quem é de abraço

2 de set de 2010

Uma vontade


Hoje, simplesmente, tive vontade de ser carregada pelo vento.

Carregada pra bem longe daqui. 









Pra longe de tudo.


♥♥♥




Carregada pra mais perto de você...