3 de dez de 2011

A lição de Joe


Era uma vez um escravo. Ele se chamava Joe.
Joe era um escravo muito rebelde que conseguia fugir de todos os senhores que o comprava.
Certa feita Joe, como de praste, fugiu do seu senhor, mas não deu sorte, acabou sendo capturado. Nessa, Joe foi parar num leilão. É, estavam agora leiloando o pobre escravo.
Mas acontece que no leilão o escravo não parava de gritar: "Não adianta me comprar porque vou fugir!!".
Joe repetia essa frase o tempo todo. O leiloeiro se desesperava, pois nenhum dos senhores ali presente fazia suas ofertas para comprar Joe.
"Deu-lhe uma, dou-lhe duas...
Dou-lhe..."
Foi aí que um senhor gritou lá no fundo a sua oferta por Joe. 
"Dou-lhe três, vendido!", exclamou o leiloeiro. Mas Joe gritou "Eu vou fugir, eu vou!!".
O comprador de Joe o colocou na sua carroça e seguiu seu destino. Mas Joe não parava de dizer que iria fugir.
Chegando em seu destino, senhor e escravo descem da carroça e continuam o caminho a pé. Então Joe avista uma fazenda belíssima, grama verdinha, árvores frutíferas, animais correndo livremente pelo campo e uma casa enorme no topo da colina. Ele nunca tinha visto um lugar tão lindo quanto aquele.
Chegando na entrada da fazenda o senhor tira as algemas do pobre Joe que se admirou e disse "O que o senhor está fazendo? Eu vou fugir!". O senhor, com o olhar de compaixão e cuidado, deu um sorriso de canto e respondeu a Joe: "Meu caro, se quiser fugir fique à vontade. Mas eu não te comprei para ser meu escravo. Olhe esta fazenda, tudo aqui é seu a partir de agora. A casa, os animais, as árvores, tudo. Eu te comprei pra você ser livre."
Mas que homem é esse? Você pode imaginar. Foi o que Joe pensou.
O escravo se ajoelhou diante do senhor e disse "Então serei eternamente o seu escravo!".

É assim, meus queridos, que Deus fez conosco. Deu seu filho para morrer como preço para nos comprar e sermos, enfim, libertos. Temos a opção de se ajoelhar diante Dele e ser eternamente seus escravos ou de, simplesmente, recusar e fugir. Pense com carinho. Porque se fugir, acabará em outro leilão e aí já sabe, não terás a mesma chance.

Nenhum comentário: