4 de out de 2011

Twenty-two


São vinte e dois anos de vida que ontem completei.
E o que levo da vida? 
O tanto que já vivi foi capaz de me mostrar muitas coisas. Muitas boas, muitas ruins. Mas nenhuma delas tirou de mim o desejo imenso de ainda continuar vendo outras milhares de coisas boas e outras tantas ruins. Sim, ruins. Porque tudo nessa vida não acontece à toa. Tudo tem um propósito e, mais do que nunca, hoje sei muito bem disso. 
Esses anos todos me ensinaram e eu vou levar sempre comigo tudo que aprendi.
Muito obrigada meu Deus por respirar!

Que venha 23, 24, 25, 26, 27 ...

Nenhum comentário: