26 de jun de 2010



"Os homens cultivam cinco mil rosas num mesmo jardim e não encontram o que procuram. E, no entanto, o que eles buscam poderia ser achado numa rosa só".

Antoine de Saint-Exupéry

21 de jun de 2010

Encontros


Andei me encontrando com meu olhar no espelho e ele me disse que ainda tem muito o que descobrir sobre mim.
Eu cresci tanto e nem tinha me dado conta!
As vezes eu prefiro achar que ainda sou uma criança. 
Mas quem sabe ainda sou uma garotinha?
O futuro me reserva tantas surpresas, tantas lágrimas e tantos risos!
E mesmo tendo conhecimento disto, quando tornar-se presente, não mais o saberei.
E aí tudo começa outra vez...
Não me chame de princesa, porque aí está uma coisa que não sou e nem nunca serei.
Posso até vestir um vestido rodado, sapatos fechados, luvas compridas e uma coroa enfeitando um belo penteado, mas ilusão eu não terei.
Posso até parecer insensível, mas a meiguice ainda existe e se esconde (ou talvez não) lá no fundo d'alma.
Aos que não souberam me valorizar sinto lhes dizer que pena eu não tenho, apenas agradeço a Deus, pois estes não mereciam ter o meu valor.
Aos que magoei, deixei algum vazio ou alguma interrogação peço desculpas. Desculpas pelo lado indeciso e confuso deste meu ser, que às vezes nem me dá chance de compreende-lo.
Sei que muita coisa boa ainda não foi explorada de mim.
Quero continuar cavando o meu túnel pra ver se um dia eu chego ao fim.
Sendo essa uma tarefa difícil, te convido para vir junto comigo. 
Só existe alguns requisitos:  pega as ferramentas adequadas, coloca os equipamentos de proteção individual e vem de livre e espontânea vontade!
Te garanto uma coisa, teu salário será melhor do que qualquer dinheiro que se pague.


Se não souber, depois me pergunta quais são as ferramentas e os equipamentos...terei o prazer em  lhes dizer.  ;)

18 de jun de 2010

Sonhar é uma maneira esperançosa de viver.



Mas, sonhar com a pessoa que você gostaria de ser é desperdiçar a pessoa que realmente você é!

15 de jun de 2010

12 de jun de 2010

Aos enamorados...

mini-gif21.gif (25×32)
Fernando Pessoa dizia que toda carta de amor é ridícula.
Se não for ridícula, não é uma carta de amor...
Em homenagem aos enamorados vão aí textos ridículos (justamente por falarem de amor) deste poeta e escritor que deixou sua marca na literatura universal.

O amor
O amor, quando se revela, 
não se sabe revelar.
Sabe bem olhar pra ela,
mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
não sabe o que há de dizer.
Fala: parece que mente.
Cala: parece esquecer.

Ah, mas se ela adivinha-se
se pudesse ouvir o olhar,
e se um olhar lhe bastasse
pra saber que estão a amar!

Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
fica sem alma nem fala,
fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe
o que não lhe ouso contar,
já não terei o que falar-lhe.
Porque lhe estou a falar.

Nunca amamos alguém. Amamos, tão somente, a idéia que fazemos de alguém. É um conceito nosso - em suma, é nós mesmos - que amamos.
Isto é verdade em toda a escala do amor. No amor sexual buscamos um prazer nosso dado por intermédio de um corpo estranho. No amor diferente do sexual, buscamos um prazer nosso dado por intermédio de uma idéia nossa. (...)
As relações entre uma alma e outra, através de coisas tão incertas e divergentes como as palavras comuns e os gestos que se empreendem, são matéria de estranha complexidade. No próprio ato em que nos conhecemos, nos desconhecemos. Dizem os dois "amo-te" ou pensam e sentem-no por troca, e cada um quer dizer uma idéia diferente, até, porventura, uma cor ou um aroma diferente, na soma abstrata das impressões que constitui a atividade da alma. (...)

10 de jun de 2010

Rifa-se um ♥


Rifa-se um coração quase novo.
Um coração idealista.
Um coração como poucos.
Um coração à moda antiga.
Um coração moleque,
que insiste em pregar peças no seu usuário.
Rifa-se um coração 
que na realidade está um pouco usado, meio calejado,
muito machucado e que teima em alimentar sonhos
e cultivar ilusões.
Um pouco inconseqüente
que nunca desiste de acreditar nas pessoas.
Um leviano e precipitado coração
que acha que Tim Maia estava certo quando escreveu...
"
...não quero dinheiro, eu quero amor sincero, é isso que eu espero...".
Um idealista...
Um verdadeiro sonhador...
Rifa-se um coração que nunca aprende.
Que não endurece, e mantém sempre viva a esperança de ser feliz,
sendo simples e natural.
Um coração insensato
que comanda o racional
sendo louco o suficiente para se apaixonar.
Um furioso suicida
que vive procurando relações e emoções verdadeiras.
Rifa-se um coração
que insiste em cometer sempre os mesmos erros.
Esse coração que erra, briga, se expõe.
Perde o juízo por completo em nome de causas e paixões.
Sai do sério e, às vezes revê suas posições
arrependido de palavras e gestos.
Este coração tantas vezes incompreendido.
Tantas vezes provocado.
Tantas vezes impulsivo.
Rifa-se este desequilibrado emocional
que abre sorrisos tão largos
que quase dá pra engolir as orelhas,
mas que também arranca lágrimas e faz murchar o rosto.
Um coração para ser alugado,
ou mesmo utilizado por quem gosta de emoções fortes.
Um órgão abestado
indicado apenas para quem quer viver intensamente
contra indicado para os que apenas pretendem passar pela vida
matando o tempo,
defendendo-se das emoções.
Rifa-se um coração
tão inocente que se mostra sem armaduras
e deixa louco o seu usuário.
Um coração que quando parar de bater
ouvirá o seu usuário dizer para Deus
na hora da prestação de contas:
"O Senhor pode conferir.
Eu fiz tudo certo, só errei quando coloquei sentimento.
Só fiz bobagens e me dei mal
quando ouvi este louco".
♥♥♥

Clarice Lispector


E aí, o que vai decidir?

Tome logo a decisão!

8 de jun de 2010

Saudades do céu


  Não é difícil de perceber, hoje em dia, o quanto as pessoas estão insatisfeitas com o mundo em que vivem.
 A falta de harmonia, paz, justiça e amor levam as pessoas a buscar modos de fugir dessa realidade e mergulhar num mundo de sonhos, não importando se virtuais ou reais. 
  Há pessoas que vivem imergidas em novelas e filmes, outras gastam horas jogando vídeo games e ainda outras passam o dia navegando no fantástico mundo da internet. São pessoas tentando preencher o vazio da alma com coisas que, na verdade, só fazem aumentar esse buraco.
  O filme Avatar de James Cameron, um show de efeitos especiais, apresenta um planeta (Pandora) onde existe plena harmonia entre os próprios nativos (os na'vi) e entre eles e a natureza. O que chama a atenção é  ganância dos homens versus a vida simples e harmônica dos nativos.
  Depois de assistir ao filme, muitas pessoas queixaram-se de "depressão pós-Avatar", por não poder habitar em um planeta como Pandora.
 No livro O peso da Glória, C. S. Lewis cita "Somos criaturas sem entusiasmo, brincando bobos e inconsequentes com bebida, sexo e ambições, quando o que se nos oferece é a alegria infinita. Agimos como uma criança sem noção, que prefere continuar fazendo bolinhos de lama num cortiço porque não consegue imaginar o que significa a dádiva de um fim de semana na praia. Muito facilmente, nós nos contentamos com pouco".
  "As criaturas não nascem com desejos, a menos que exista satisfação para eles. Um bebê sente fome: bem, existe uma coisa chamada comida. Um patinho quer nadar: bem, existe uma coisa chamada água. [...] Se eu encontrar em mim mesmo um desejo que nenhuma experiência neste mundo pode satisfazer, a explicação mais provável é que fui feito para outro mundo". (C.S LEWIS, Cristianismo Puro e Simples)
  Sem dúvida alguma, fomos feitos para outro mundo e independente de quem somos ou do que conhecemos sobre Deus, todos temos saudades do céu.
  Saudades de um lugar bem melhor!

  Somente Deus é capaz de preencher o vazio de nossas almas, pois foi ele quem pôs em nosso coração o anseio pela eternidade!

7 de jun de 2010

Feriado \o/

Alguém falou em feriado...eu nem queria!
Aproveitei pra passear, matar a saudade de algumas pessoas e esquecer um pouco da minha vida estudantil...
=T

Mas pra festa da família eu não queria ir...baah!
E como nem tudo na vida acontece do jeitinho que a gente quer,
acabei INDO...huashuashua..

Acontece que foi bom...
Porque estar com essas pessoas é muito bom...
Aonde quer que seja...
Aonde quer que eu vá!

2 de jun de 2010

Cada dia menos amor


Tava aqui pensando no mundo, em como anda a atualidade, nas tragédias, guerras e tantos outros fatos nada agradáveis. Sem dúvida alguma, todos sabem  da falta de amor que assola os dias em que vivemos: filhos matam pais, pais matam os filhos, marido mata mulher, mulher mata marido, pessoas tiram a vida de outras por razão alguma, se matam, destroem famílias, amores, sentimentos...
Vivemos numa sociedade fria, onde o amor encontra poucos corações para habitar.
Infelizmente é assim, nos conformamos em viver assim...
Mas no meio de toda essa baderna em que eu vivo, encontro uma promessa de conforto e de esperança.
Encontro ainda um amor, um AMOR maior e melhor do que qualquer outro que por ventura possa existir!

"Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor" (Romanos 8: 38,39)