14 de out de 2010

Meus textos


Meus textos estão longe de ser como grandes obras literárias...
Eles não possuem linguagem tão rebuscada e nem o jogo das palavras é tão bem jogado assim.
Meus textos não são tão marcantes como os de Machado de Assis, nem tão românticos como os lindos sonetos de Carlos Drummond.
Não são tão pessimistas como os de Aluísio de Azevedo, nem são astutos como os de Clarice Lispector.
Meus textos, bem provavelmente, não vão ser tão lembrados como os desses autores citados, nem ganharei prêmio Nobel ou qualquer outro mérito por escrevê-los.
Sem dúvida cada autor escreve de uma maneira, sendo nenhum texto igual ao outro. Cada um tem sua própria linguagem, sua forma, sua peculiaridade.
Meus textos jamais serão iguais aos dos autores que citei, nem serão iguais aos de autor nenhum e nem de mais ninguém.
São textos únicos, meus textos são únicos!
Mas existe algo em comum entre meus textos e todos os outros: são escritos não só pela mão, mas principalmente pela mente, pela emoção, pela liberdade de expressão e, simplesmente, pelo prazer que se tem em escrever...

"Enquanto eu tiver perguntas e não houver respostas, continuarei a escrever"  Clarice Lispector 

                                                                                                                



2 comentários:

sonhos subentendidos disse...

lindo , lindo jhe .
seus textos falam sobre voce e vão ficar pra sempre .
pra mim nao existe coisa melhor do que escrever , so assim consigo expressar meus sentimentos

lindo, beeijo

Jessica disse...

=D
sim sim flor!!
adoroo, me sinto tão livre!
Beijos