30 de mai de 2014


"Meu coração se transforma a cada experiência. Mas ainda palpita, sobressalta e se assusta. Ainda é vulnerável como quando eu tinha dez anos".

Lya Luft

Um comentário:

Rosemary Lima disse...

Porque o coração da gente nunca muda... o que muda é o tempo. Mas a essência não! A gente nunca deixa de ser quem a gente é, a gente apenas cresce e fica mais maduro e menos inocente do que já fomos!

Ótima semana!
Beijos