1 de ago de 2013

(A)gostos



"A gente é quem escolhe se quer o café mais doce ou mais amargo. Vai de cada pessoa, depende do dia, do estado de espírito, ou se por algum motivo maior você vai ter que ficar acordado até mais tarde, dai é aconselhável um café bem quente e mais amargo.
Você, mais ninguém além de você mesmo, escolhe o que é melhor pra ti. Você controla a quantidade de açúcar e adoça a vida ao seu gosto. Por que se você não o fizer, ela amarga, e se a gente não aproveitar o momento, ela esfria. Tudo depende do seu ponto de vista, há quem ache o muito doce enjoativo e o amar(go) poesia.
A verdade é que você cria sua própria receita de felicidade, por que ela não vem pronta e muito menos é vendida pré-cosida. Você vai precisar descobrir o passo a passo sozinho, os ingredientes serão ao seu gosto, e a sua receita será somente sua.
E então, quando você chegar – depois de muitos erros – ao ponto certo, descobrirá que se você não adoçar, a vida pode ser bastante amarga contigo, tudo depende de como você a trata."


Rick do Sem guarda-chuvas.

Nenhum comentário: