17 de abr de 2013

Amor inacabado



Encontro-me parada te olhando. Quase não sinto meus pés, não sinto as pessoas passando por mim, não sinto os outros me olhando. Fico apenas te olhando e pensando como pode existir um querer tão grande dentro de mim. Um querer sem fim. Quando penso que estou longe de você, que estou deixando de te querer, a vida te manda pra cá de volta e fico cruzando contigo no meio desses caminhos. E olhar pra você me dói tanto porque sinto que você também me quer. Sinto que a gente se quer, que do nosso quase romance  ficou algo inacabado. Ficou algum desejo alí no meio, alguma vontade, alguma esperança. Mas não temos coragem de assumirmos, não temos coragem de deixar nossos corações agirem. E te olhando fico imaginando como será seu beijo, o gosto dele, a sua boca tão pequena encostando na minha. Imagino tantas coisas que não cabem em mim.

Você me olha e me olha com um olhar diferente. É um olhar que me quer, mas que não pode. E fica remexendo minha cabeça, meus sentimentos, meu coração. Vai me deixando confusa e quando penso que passou percebo que nem acabou. A gente não devia desejar alguém e não ter um relacionamento com ela. A gente não devia ter medo de se entregar, ter medo que as coisas não caminhem. A gente devia se abraçar e reconhecermos que estamos perdendo o nosso tempo. Nós deveríamos ser um. Dói tanto te olhar e saber que não podemos nos tocar. Não podemos sentir o cheiro do outro, não podemos conversar, não podemos ser nada. Acho que nunca poderemos. E o mais interessante é que relacionamento inacabado sempre deixa uma marca, uma ferida aberta. E nós vamos relembrando de tudo que passou e abrimos mais ainda nossa ferida.

Você vai ser sempre você na minha vida. Você vai ser sempre aquele amor que não consegui falar, aquele amor que nunca me abraçou e sentiu meu coração palpitar, aquele amor que me fez sofrer inúmeras vezes mesmo sem saber. Você vai ser sempre o cara de quem vou lembrar por toda vida. Aquele cara que me faz sorrir, aquele cara que possui os olhos mais lindos do mundo inteiro. E vai ser sempre você. Acho que sempre terei a nossa relação como algo que nunca pôde ser, mas que em algum momento quase foi. Acho que sempre verei você como alguém que nunca vai deixar minha vida. Um amor inacabado.

Um comentário:

Glória disse...

Raíssa, vc tem todo o tempo do mundo. Não perca as esperanças, você é ainda muito jovem!
Sabe, você conseguiu escrever tudo que eu gostaria de ter escrito pro meu amor.
O seu amor é muito bonito. O meu também!
Lindo o seu blog!
Beijos
Glória