28 de fev de 2011

Bem na curva onde o pescoço se transforma em ombro, um lugar onde o cheiro de nenhuma pessoa é igual ao cheiro de outra pessoa.


Caio F. 








3 comentários:

Lis disse...

Jessicaaaa obrigads migaaa bjossss

Yohana SanFer disse...

Belo post Jessica!

Jessica disse...

Obrigada flores!!
Bjs