21 de nov de 2012

Conversando com Deus


Quando é que será que eu serei toda tua e somente tua? Estou cansada de mim mesma e desse mundo virado de cabeça pra baixo. Será que é tão difícil quanto eu penso? Será que um dia eu me sentirei tão sua a ponto de sentir-me merecedora de receber alguma honra? Não, acho que nem quero tanto assim. Na verdade eu só queria me atirar nos teus braços e nunca, nunquinha sair mais de lá. Queria não apenas perceber minha dependência de ti, mas ser (de corpo, alma, mente, coração, atitude) como tu és, meu Pai querido! Não quero me sentir como um ser deste mundo, mas evoluir eternamente para tua glória.

Um comentário:

Izadora Santana disse...

Edificante!Lindo texto.

Que Deus te abençoe,bjos.