26 de ago de 2012


Que bom que, apesar das fragilidades do dia-a-dia, eu me refaço.
Ainda bem que, apesar da correria, eu posso contemplar a criação e ter paz...

Nenhum comentário: