8 de ago de 2012

Fim pra o coração amante


Talvez eu devesse arrumar minhas coisas e partir daqui, ir pra bem longe de todos. É, talvez fosse melhor do que ficar aqui com tudo e com essas lembranças ardentes queimando meu coração todas as noites...
Só que não bastasse isso ainda tenho que aguentar o sentimento pesado, carregado, cheinho como antes, sem ter derramado nenhuma gota fora. Nunca pensei que amar seria tão doloroso...
Não quero, oh Deus, carregar isso dentro de mim, então envia, por favor, tua espada cortante e arranca esse velho coração amante quebrantado, caindo-se aos cacos pulsando em mim.

by Jessica

Nenhum comentário: