11 de jul de 2011

4º Motivo da Rosa



Não te aflijas com a pétala que voa:

também é ser, deixar de ser assim.


Rosas verá, só de cinzas franzida,
mortas, intactas pelo teu jardim.


Eu deixo aroma até nos meus espinhos
ao longe, o vento vai falando de mim.


E por perder-me é que vão me lembrando,
por desfolhar-me é que não tenho fim.


Cecília Meireles

5 comentários:

♥ Luciana Mira ♥ disse...

QUe lindo! Não conhecia este texto de Cecilia Meireles

Dani Nunes disse...

Jessica!

adorei seu cantinho!!

um doce... e cheio de carinho..

voltarei mais vezes..

te sigo

beijos

Jessica disse...

Obrigada Dani!
Seja superbem vinda!!

Bjsssssssss

júh doce mel ♥ disse...

Amei o novo visual do seu blog jessica lindo bjinhos e boa semana !!!

Ellen Cristiane disse...

Oi flor, se eu puder ajudar em qualquer coisa pode contar comigo, mais vou te deixar um link que aprendi muito com esse site, bjs
http://evelyns-place.com.br/

Tá lindo seu blog parabéns
.