21 de mai de 2011

Carrossel



Um brinquedo clássico dos parques de diversão que desperta a admiração das crianças e até de alguns adultos é o carrossel. Aqueles cavalinhos enfeitados que apenas giram, giram e giram.
Fui buscar o conceito de carrossel no dicionário e eis o que achei: "Engenho para divertimento que consiste numa haste vertical a que se prendem outras horizontais, que sustentam nas extremidades cavalos ou carrinhos de madeira, sendo o todo animado de movimento circular."
O destaque vai para 'animado de movimento circular'. 
Muitos de nós vivemos assim como um carrossel, em movimentos circulares. Não mudamos a rotina e não fazemos coisas diferentes, e quando falo nisso me refiro a não apenas mudar a forma de fazermos nossas coisas, mas de ir em busca de realizar outras que nunca tivemos coragem de fazê-las. Nos acostumamos com o círculo vicioso de hábitos, na maioria muito ruins, diga-se de passagem, e não tomamos coragem de avançar para tomar um passo a frente, mudar a rota dos cavalinhos.
Deus é um grande exemplo para nós, porque não é um ser estático ou circular. Ele está em constante movimento. Está aqui comigo e está aí com você. Protege alguém no Brasil, mas também protege alguém no Japão. Vê a todos e ama a todos. Deus, claro, é um ser infinito e muito distante de nossa compreensão como seres finitos que somos, mas nos mostra a importância de não sermos estáticos. Ele não deseja isso para nossas vidas.
É hora de despertarmos para a vida como ela é: em movimentos incertos. A vida não é circular ou linear apenas, ela é um emaranhado de voltas, retas, triângulos e por aí vai. As coisas mudam o tempo todo e precisamos ir junto com elas e quando falo em ir digo em nos adequar às circunstâncias impostas, sem, necessariamente, haver mudança de caráter, por exemplo, mas de atitudes.
É comum vermos as pessoas se lamentando porque não podem voltar atrás para viver a infância novamente, ou se lembrando dos bons tempos com os amigos de escola, os momentos engraçados de quando eram mais jovens, do romance do casal de quando eram apenas namorados, enfim, coisas boas que apenas passaram.  E as pessoas às vezes relembram achando que foram os melhores momentos de suas vidas e que nunca mais vão viver momentos bons como aqueles.
Volto a dizer: a vida não é circular ou linear. Tudo muda a cada segundo e se a gente achar que não podemos fazer nada para sermos tão felizes como antes ou que o futuro não será tão bom quanto o passado, nunca saíremos do carrossel, seremos presos pelas velhas lembranças e retornaremos sempre à elas. Sempre voltaremos para o ínício.
Talvez você se pergunte 'e qual é mesmo a vantagem de se desapegar das velhas lembranças?', é simples: porque avançamos para o futuro a cada sessenta minutos por hora e existem coisas melhores adiante do que qualquer outra que deixemos para trás.

Um comentário:

Đeh Olliveira ♪ disse...

O passado nao se pode alterar e o futuro pode nem acontecer.. Por isso ah que viver o presente BEM, com as pessoas que mais gostamos!

Boa semana^^

Doce Beijo.