27 de jan de 2011

Chegou o tempo

Ela, que era a controladora, agora estava dominada. Dominada não por gente, mas por uma espécie de sentimento misturado com desejo, mas com muito desejo!
Não era nada como antes e ela simplesmente não sabia o porquê. Claro, se a gente soubesse os porquês de tudo seria muito sem graça viver.
Pois então, ela não fazia idéia do porquê de tudo aquilo, mas confiava que tudo ia dar certo e que as coisas iam ser levadas da forma que devia ser, não da forma que ela desejasse. Mas isso era o que desejava seu coração e então como saber se estava entregando sua vida às vontades divinas ou às suas próprias?
A sensação era muito nova para ela e medos surgiam como enxame de abelhas que aparece nas horas em que se menos espera. Onde tinha ido parar a pessoa auto-confiante, forte e dominante? Ela se perguntava.
Deparava-se com a impulsividade e os instintos passavam a ser mais fortes que sua razão. Ela não sabia, ela, talvez, nem quisesse saber, mas de vez em raro parava se perguntando.
Coisas mais loucas que acontece com a gente nesse mundo...Ela pensava todos os dias.
Mas o melhor de tudo era ver a felicidade sempre nos olhos dela, uma alegria tão incomum, tão boa. E pensar que, um dia, ela chegou a imaginar que nunca viveria aquilo...
Realmente há tempo para tudo nessa vida e o tempo pra ela viver aquilo acabava de chegar...Restava apenas aproveitar...





3 comentários:

Đeh Olliveira ♪ disse...

Incrível como me encontro nesse texto! É exatamente o que estou sentindo/passando no momento.

Uma linda e abençoada quinta-feira.

Doce Beijo.

sonhos subentendidos disse...

ér flor , a gente é tão assim neer , sempre pensa que nunca vai dar certo mas tem alguma coisa que nos move e nos deixa feliz e esperançosos . a tempo pra tudo debaixo do céu ! aproveite bem o seu tempo agora ;D

lindo , lindo flor !

Jessica disse...

hehehe..qi bom qi outras pessoas se identificam com minhas idéias e meus sentimentos!

Voltem sempre meninas!!
Bjsssssss