22 de mai de 2010


"Mesmo minhas alegrias, como são solitárias à vezes. E uma alegria solitária pode se tornar patética. É como ficar com um presente todo embrulhado com papel enfeitado de presente nas mãos e ter a quem dizer: tome, é seu, abraço-o! Não querendo me ver em situações patéticas e, por uma espécie de contenção, evitando o tom de tragédia, então raramente embrulho com papel de presente os meus sentimentos."

Clarice Lispector

Um comentário:

Sanpoeta_2 disse...

Oie Jessica fiz um selo e to te mandando ^~ espero q goste http://sanpoeta.blogspot.com/2010/05/repassando-para-httpcantinhoespec.html

Bjoos